top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

6 passos fundamentais para você começar a vender pela internet

Atualizado: 29 de jun. de 2021

Do estoque a presença online, o seu negócio digital precisa iniciar bem estruturado. Saiba como!

Como iniciar uma loja virtual de sucesso e do zero
Como iniciar uma loja virtual de sucesso e do zero (Imagem: Internet)

A internet está se democratizando cada vez mais, e com isso, os negócios digitais como os e-commerces (Lojas Virtuais), tem se tornado uma das primeiras alternativas para quem quer começar a empreender.


A facilidade em gerenciar plataformas e o baixo investimento (não necessitando de espaços físicos) são alguns dos atrativos desse mercado.



Em 2020, este setor registrou um aumento de 75%, segundo dados apontados por uma pesquisa da Mastercard SpendingPulse.


Em 2021, segundo um relatório divulgado pelo site Ebit, a expectativa é que cresça cerca de 26%.



Mas não é preciso comprovar estes números. Você mesmo deve conhecer alguém ou ouviu uma história de uma empresa que abriu uma lojinha online. E se está lendo este artigo é porque pretende fazer parte dessas estatísticas.


Como iniciar uma loja virtual de sucesso?


Você já leu vários artigos e já pensou bastante se é isso mesmo que você quer. Ou simplesmente está obtendo conhecimento para futuramente dá o ponta pé inicial. Com certeza não quer fazer parte da grande maioria desses novos negócios que começa, não consegue vender e acaba no limbo da internet.


Se este é o seu medo, saiba que mesmo assim precisa tentar.

Por isso, a Belém Negócios criou este passo a passo de 6 passos fundamentais que você deve seguir para começar a vender pela internet.

1. Comece com um bom planejamento

Independentemente de ser um negócio online ou físico, ele precisa de planejamento. Comece pelo produto, pelo nicho de mercado que pretende atuar. Analise os possíveis concorrentes, potenciais parceiros e identifique os fornecedores.


Estude também sobre o seu público-alvo. Esta dica é essencial. Conhecer o público para o qual pretende vender é uma prerrogativa de um empreendedor de sucesso.

Essas etapas iniciais fazem parte de um Business Planning. Descubra como fazer um bom planning para abrir a sua empresa. (Leia)

A Belém Negócios criou uma série de matérias especiais para quem está iniciando e para quem aprecia esse tema. (Leia)

2. Defina a logística

A entrega de qualquer produto é um fator determinante para a boa experiência do negócio.

O envio pode ser um facilitador ou um obstáculo das suas vendas. Entenda:

Taxas altas, atrasos e embalagens danificadas são desafios que deverão ser solucionados. O máximo que puder facilitar, facilite. Taxas grátis com uma pequena porcentagem embutida no preço é uma estratégia muito utilizada, prazos reais de entrega devem ser comunicados e as embalagens devem ser resistentes para suportar o transporte.

O que o cliente espera: o produto deve chegar no prazo e em bom estado.

Se você está iniciando, opte pelos serviços dos correios.

3. Facilite as formas de pagamentos

Você precisa avaliar o que é melhor para você, pois o seu cliente já sabe o que quer.

As alternativas de pagamento mais populares são boleto, cartão de crédito e débito, carteiras virtuais e o mais recente, o pix.

Se você tem um bom relacionamento com uma administradora de cartões, pode começar por ela. Mas é interessante pesquisar outras fintechs.

As opções são muitas. Existem gateways de pagamentos e os intermediadores, como o Mercado Pago e o PayPal, por exemplo. Escolha a que melhor se encaixa na sua realidade.

4. Dedique uma atenção especial ao estoque

Saber controlar o estoque é essencial para todo negócio (físico ou online). Vender pela internet requer alguns cuidados especiais.


Exemplo:

Em uma loja física, os consumidores geralmente pegam o que tem nas prateleiras e vão até o caixa. Na loja virtual é diferente. O cliente vê o que tem no catálogo (imagina que está disponível) e compra.

Para não ter problemas com produtos indisponíveis, você precisará retirá-lo do catálogo ou indicar a opção “Indisponível, avise-me quando houver”.

Esse trabalho é diário. Se não quer ter esse tipo de tarefa entenda que você precisa avaliar se realmente quer abrir uma loja virtual.

5. Padronize o atendimento e o pós venda

As lojas virtuais e os marketplaces são capazes de automatizar grande parte do processo de vendas, mas isso não é tudo.

Os clientes geralmente pesquisam muito, têm acesso às informações essenciais dos produtos, avaliam a opinião de quem já comprou, comparam preços, assistem vídeos e até consomem conteúdos que vão influenciar na decisão. E quando compram, é porque parte desse processo ou todo ele foi executado. Mas, mesmo assim, muitos deles vão acabar entrando em contato com você, antes e depois da venda.

É preciso disponibilizar canais de atendimentos e criar um pós venda eficiente. As grandes e pequenas empresas fazem isso principalmente através do WhatsApp e E-mail.


Não deixe de viabilizar estes serviços. Nunca encare uma venda como sendo a única de um cliente. Ele poderá voltar, principalmente se obtiver uma experiência desejada.


Leia: 10 técnicas infalíveis para vender mais pelo WhatsApp. Neste artigo, além de listar as principais técnicas que as empresas estão utilizando para vender mais pelo WhatsApp, também dá dicas de como oferecer um atendimento mais eficiente.


6. Utilize todo o potencial da internet

Não restrinja o seu negócio em apenas uma plataforma. Se você já criou a sua loja virtual é interessante explorar outras ferramentas.

Crie perfis nas redes sociais e alimente-os diariamente. Este trabalho deve ser constante. Redes sociais como Facebook e Instagram possuem recursos especiais que permitem integrar e-commerces para ampliar a visibilidade de produtos. Falamos sobre um deles, o mais novo recurso de interação com produtos do Instagram.

Aposte também em marketplaces como a Olist e o Mercado Livre. Existem muitos. Quando mais melhor. Mas o trabalho também será proporcional.

Tome cuidado para não tentar abraçar o mundo com as mãos. Cada passo deve ser analisado. Lembre-se: em termos de divulgação tudo é válido, mas analise principalmente se o seu negócio será capaz de atender as demandas.

O que está faltando para você começar?

Se você se sente seguro em relação a todos esses passos, mas ainda não iniciou ou ampliou as suas possibilidades na internet é porque necessita de uma consultoria.

Muitos empreendedores são pragmáticos como você e preferem iniciar esta nova etapa através de agências de marketing digital. Isso é compreensível.

A Agência Abel, além de ser a idealizadora do projeto Belém Negócios, também oferece uma série de serviços que podem ser justamente o que você está procurando.


 

A Belém Negócios é a maior comunidade empreendedora da região metropolitana de Belém.

Nossa missão é fomentar o empreendedorismo na cidade. Aqui, você conhece novos negócios e tecnologias, acompanha novidades sobre marcas, produtos e serviços, entende mais sobre marketing digital, publicidade, gestão e outros temas relacionados à empreendedorismo.


Faça parte da nossa comunidade:


Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia