top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Veja quais são os 4 principais destinos do verão paraense

Associação aponta que a movimentação nos principais destinos do Estado pode chegar a 80%


Salinas verão
Praia do Farol Velho (Imagem: Google)

A taxa geral de ocupação de reservas nos hotéis do Pará para as férias de julho já está em 50%. A expectativa da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-PA) é que índice chegue a 80% até o final do veraneio. Os principais destinos escolhidos são Salinas, Marajó, Mosqueiro e Bragança, com diárias que variam entre R$ 200 e R$ 1.500, dependendo da acomodação escolhida e do número de hóspedes.


A segunda quinzena de julho é, geralmente, a de maior movimento, segundo a ABIH-PA. E é nesse período que se espera uma movimentação maior nos estabelecimentos do setor. Toni Santiago, presidente da entidade, afirma que esse cenário é normal e se repete todos os anos, uma vez que o público, composto na maioria por paraenses em férias, sempre deixa o planejamento para a última hora.


“Geralmente, o paraense, que é o nosso maior mercado, costuma deixar tudo para última hora. Já houve época em que isso era diferente. São Paulo e outros estados eram nossos maiores clientes. Mas, devido ao preço das passagens aéreas, hoje nosso público é mesmo do Pará. Então, é uma correria na semana anterior ou quinze dias antes desse período mais disputado para conseguir vaga”, comenta.


O contexto é diferente na Zona do Salgado, destino bastante visado no Pará. Toni afirma que os resorts de Salinas já estão todos reservados. "São multi propriedades operando lá. O ideal, então, é procurar hotel ainda em junho. Esperamos uma taxa de ocupação alta nos estabelecimentos localizados nessa região, como foi nos anos anteriores. Onde tem praia, é o foco. Nos finais de semana a lotação chega a 100% e isso só vai acontecer em julho”, frisa.


Alta solicitação de reserva já é sentida em Salinas


A expectativa de fluxo alto já está animando o setor hoteleiro de Salinas. Thiago Borges, recepcionista de um hotel localizado na orla da cidade, destaca que o estabelecimento sente o aumento da procura e já está recebendo solicitações de reservas para todo o mês de julho. Em alguns finais de semana do mês,inclusive, o hotel já garantiu 50% de ocupação.


“Nas próximas semanas, a tendência é só aumentar, tanto a procura quanto a reserva em si. Estamos sentindo que do ano passado para cá deu uma melhorada na movimentação, na cidade e também no Atalaia. O fluxo está bem alto e, além disso, nossos preços estão bem acessíveis, tendo em vista que julho é mês de alta temporada. Dependendo da quantidade de pessoas no quarto, o valor aumenta, mas, em geral, são bons preços”, ressalta.


Fonte: O Liberal


VEJA MAIS


コメント


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page