top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Programa vai injetar R$ 14 milhões em startups com foco em bioeconomia

Startups selecionadas receberão capital no valor de R$ 70 mil com rodadas de mentoria e capacitação


As inscrições para o primeiro programa de 2023 do Sinapse, Jornada Amazônia, uma iniciativa que investe e capacita startups com foco em bioeconomia, foram abertas neste mês de maio e vão até 30 de junho. O programa, coordenado e executado pela Fundação CERTI, conta com coparticipação e investimentos do Bradesco, Fundo Vale, Itaú-Unibanco e Santander, se enquadrando no Plano Amazônia, aliança entre os três bancos, e no Programa de Bioeconomia do Fundo Vale. Startups selecionadas receberão capital no valor de R$ 70 mil e rodadas de mentoria de capacitação com workshops, consultorias e conexões para aproximação com o mercado.


O propósito é atuar na base da geração de conhecimento, fortalecendo a cultura de inovação e empreendedorismo. Além disso, pretende incentivar a ideação de novas soluções, que consideram oportunidades locais, demandas de mercado e a sustentabilidade socioeconômica e ambiental da floresta amazônica.


Durante seis meses, as empresas pré-incubadas, receberão suporte tecnológico, empresarial, de negócio e gestão, por meio de capacitações online, workshops virtuais e presenciais, orientações e acompanhamento a partir de avaliações considerando seis eixos: Produto, Mercado, Impacto, Equipe, Gestão e Capital.


Para participar, os interessados devem ter mais de 18 anos e constituir uma empresa (CNPJ) com sede em um dos municípios pertencentes à Amazônia Legal, como Pessoa Física, Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP) ou Microempreendedor Individual (MEI) . No total, serão escolhidas 200 startups que passarão por três edições do Sinapse.


O Programa Sinapse oferece aos empreendedores rodadas de reuniões para analisar a evolução técnica da empresa ao longo da pré-incubação; acompanhamento físico e financeiro para verificar a adequação dos recursos financeiros solicitados e utilizados (não se configura como prestação de conta); workshops “mão na massa” para tirar ideia do papel e transformá-la em uma empresa; promover conexões para aproximá-la do mercado, investidores e fontes de fomento.


Ao fim do período de pré-incubação, será realizada uma Feira de Negócios ou Demoday, que tem como objetivo promover conexões entre empreendedores, parceiros, potenciais clientes e investidores focado em startups sustentáveis e compatíveis com a floresta em pé.


As inscrições podem ser feitas através do site oficial do programa, que você confere clicando aqui


Com informações: Ambiental Mercantil

VEJA MAIS

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia