top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Programa investe R$ 30 milhões em bioeconomia florestal na região Norte

Evento sobre o tema acontece no dia 30 de maio em Belém

Foto: Agência Brasil

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) e a Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) disponibilizaram R$ 30 milhões para empresas da região Norte desenvolverem projetos na área de Bioeconomia Florestal.


O objetivo do investimento é o desenvolvimento tecnológico do Norte do país, com foco especialmente em ações de sustentabilidade. O recurso é parte dos R$ 145 milhões disponibilizados pelo programa Inova+ Indústria Digital e Sustentável para estimular a inovação industrial em sete áreas estratégicas, entre elas, bioeconomia florestal.


Segundo Igor Nazareth, presidente interino da Embrapii, o Norte do Brasil tem um potencial muito grande a ser explorado para a bioeconomia florestal. Essa é uma área de atuação que traz muito desenvolvimento tecnológico, econômico e especialmente, social, pois são locais que necessitam de geração de emprego e renda.


Neste primeiro semestre , a Embrapii tem percorrido o Brasil reunindo empresas em eventos temáticos para apresentar o modelo de contratação de projetos para melhorar a competitividade e a produtividade.


No dia 30 de maio, a Embrapii e o BNDES realizam, em Belém, na Coordenadoria de Capacitação e Desenvolvimento, no bairro do Guamá, mais uma edição do evento. Desta vez, com o tema bioeconomia florestal. Neste encontro, as empresas com desafios tecnológicos na área terão a oportunidade de conversar com especialistas e saber como acessar os recursos do Inova+. Companhias de grande, médio e pequeno portes, startups e representantes de centros de pesquisa podem participar.


Os participantes terão a oportunidade de ouvir depoimentos de empresas que já contrataram com o Inova+ na área de bioeconomia florestal. Ao todo sete projetos, de oito empresas contratantes serão apresentados. Juntas, as iniciativas já alavancaram R$ 14,5 milhões em investimentos.


Entre os projetos a serem apresentados no evento estão, por exemplo, o desenvolvimento de extratos proteicos dos resíduos da extração do cupuaçu e da castanha do Brasil para aplicações alimentícias. Além dos recursos da Embrapii e BNDES, a iniciativa é apoiada também pelo Fundo JBS pela Amazônia e conta com suporte tecnológico da Unidade Embrapii Senai ISI Biossintéticos.


Foco no Norte


Com intuito de ampliar os projetos de inovação na região Norte, a Embrapii credenciou mais quatro institutos de pesquisa como Unidades Embrapii: Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Tocantins (UFT), e Instituto Senai de Inovação (ISI) do Pará. Juntas, elas receberão um investimento de R$ 9,6 milhões.


O credenciamento foi publicado em dezembro de 2022 e foi realizado por meio de parceria entre a Embrapii, o BNDES e o Ministério da Educação (MEC). No início do evento será realizada a assinatura dos termos de cooperação, que garantem o início do funcionamento das atividades.


Estímulo à inovação


Através desta parceria, empresas de grande porte com Receita Operacional Bruta (ROB) superior a R$ 90 milhões recebem até 1/3 do valor dos projetos em recursos. Já startups e MPEs, ou projetos cooperativos que envolvam ao menos uma empresa com ROB inferior a R$ 90 milhões, podem ser beneficiadas com até 50% do valor do contrato.


Confira a Programação


13h00 - 14h00 | Welcome Coffee

14h00 - 14h30 | Abertura Institucional

14h30 - 14h40 | Assinatura Termos de Cooperação Unidades UFPA, UFOPA, UFT e ISI Tecnologias Minerais

14h40 - 15h25 | Palestra Bioeconomia Florestal

15h25 - 15h55 | Apresentação parceria Inova+ Embrapii e BNDES

15h55 - 16h55 | Painel empresas parceiras

16h55 - 17h55 | Rodada de matchmaking + Coffee Break

18h00 | Encerramento



VEJA MAIS

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia