top of page
Belem-negocios-connection.gif

Confira quais são as profissões mais procuradas na Região Norte

Plataforma replica pesquisa e revela carreiras mais pesquisadas em nove estados

Ser empreendedor ou empresário é a carreira mais procurada por quatro dos nove estados que compõem a Amazônia Legal. No Acre, Amapá, Roraima e Tocantins, o item pesquisado aparece no topo da lista no levantamento, enquanto nos outros estados, a busca está empatada com profissões como a de ser piloto, disputando o primeiro lugar do ranking. O estudo foi realizado pela plataforma Jornada Amazônia, que replicou uma pesquisa sobre buscas globais no Google.


De acordo com a plataforma, para obter esses dados, foi utilizada uma ferramenta chamada Semrush por meio da frase: ‘como ser adicionado ao nome da profissão’. Após uma lista inicial de 100 profissões, os dados foram refinados para os top 10 mais relevantes, sendo filtrados em cada estado e resultando na profissão com mais buscas, considerada a top 1 do estado.


Enquanto a profissão mais procurada em buscas globais no Google foi a de piloto, no Brasil, a carreira de empresário lidera como alvo principal das pesquisas de carreira, o que pode ser confirmado nos números apresentados na pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em 2022. Realizada pelo Sebrae em parceria com a Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (Anegepe), o estudo mostrou que 60% dos entrevistados citaram ter uma empresa como um dos maiores desejos.


No Pará, a lista de profissões é liderada pelas pesquisas de como ser piloto de avião com 600 registros. Ser empreendedor ou empresário vem em segundo lugar com o total de 480 pesquisas, número que empata com registro de como ser comissário de bordo e de juiz.


Outras carreiras listadas são: a de Policial, com 360 registros. Com a mesma pontuação de 240, empataram as pesquisas sobre como ser bombeiro, professor, youtuber e ator. Já de 120 pesquisas foram relacionadas por pessoas que desejam ser corretores de imóveis.


Na região amazônica, em especial, o empreendedorismo pode ser uma ferramenta poderosa para impulsionar o desenvolvimento sustentável, preservar culturas e criar oportunidades. Com os desafios da Amazônia Legal, os empreendedores estão bem posicionados para liderar um novo momento de inovação e impacto.


Nesse contexto, o Programa Gênese se prepara para os desafios do futuro. Dentro da Jornada Amazônia, o Programa Gênese tem o propósito de auxiliar as pessoas a inovarem em suas trajetórias profissionais, direcionando-as para carreiras alinhadas com os desafios do futuro. O objetivo principal do programa, que abre inscrições no final de agosto, é ativar talentos e criar uma cultura empreendedora na região amazônica.


Por essa razão, o programa tem como público-alvo estudantes formados no ensino técnico, universitários e pós-graduandos de instituições de ensino, moradores dos estados da Amazônia Legal, e jovens maiores de 16 anos. As inscrições seguem até o dia 26 de setembro no site da Jornada Amazônia.


Por: Wal Sarges


VEJA MAIS





Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page