top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Belém é escolhida para avançar no programa de Transformação Digital de Cidades Brasileiras

Capital paraense é selecionada para a próxima fase do programa que promove cooperação técnica na transformação digital urbana


Foto: Agência Belém

Belém, a capital do Pará, deu um passo importante rumo à transformação digital ao ser selecionada para a segunda fase do programa de Transformação Digital de Cidades Brasileiras.


A iniciativa, que visa à cooperação técnica na transformação digital dos municípios, divulgou o resultado nesta quarta-feira, 16, por meio do site do Connected Smart Cities (CSC). O programa tem como objetivo estimular e ampliar o desenvolvimento tecnológico nas cidades que já estão implementando iniciativas de transformação digital.


Belém se junta a Boa Vista (PR) e Caxias do Sul (RS) como as cidades selecionadas para a próxima etapa do programa. Nesta fase, as cidades receberão serviços de consultoria para a elaboração e planejamento de projetos, de acordo com o diagnóstico produzido pelo consórcio formado pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Consórcio Latina América Smart Cities, que faz parte da Plataforma Connected Smart Cities.


Etapas do programa O programa, uma colaboração entre as empresas CAF e CSC, teve início em março deste ano e está dividido em duas partes.


Primeiramente, realiza um diagnóstico sobre os cenários e análises das cidades brasileiras por meio de dados e indicadores do consórcio.

A segunda fase contou com a participação de oito municípios, incluindo Belém, fornecendo informações e planos de trabalho.


Belém rumo à inteligência urbana. A Prefeitura de Belém, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Segep), já está implementando iniciativas de tecnologia voltadas para a justiça social e o equilíbrio ecológico.


O programa "Belém Inteligente" abrange tecnologia que busca a produção de justiça social, desenvolvimento com equilíbrio ecológico, respeito à natureza e participação social, conforme destacou o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues.


O prefeito enfatizou que a tecnologia é importante, mas seu valor é perdido se não estiver enraizada em um substrato social. O programa "Belém Inteligente Metrópole Amazônica" está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, incluindo Gestão Inovadora, Economia Inovadora e Criativa e Territórios Verdes.

Destacando a Gestão Inovadora, a prefeitura introduziu um processo de modernização e política de participação popular chamado "Tá Selado".

Mais de 25 mil residentes de diversos bairros e ilhas da capital participaram do projeto, apresentando propostas de obras e melhorias através de plenárias on-line, presenciais e da plataforma "Tá Selado".


No âmbito da tecnologia e justiça social, a Prefeitura de Belém está desenvolvendo um cadastro multifinalitário, revisão do plano diretor, plano de mobilidade, wi-fi aberto e livre, melhorias em logradouros, mobilidade inovadora e plataformas de serviços, atendimento, participação e informação.


Paula Faria, diretora-executiva e idealizadora da Plataforma Connected Smart Cities, explicou que as cidades selecionadas são reconhecidas como impulsionadoras de ações comprometidas com o desenvolvimento da governança digital para melhorar a prestação de serviços à comunidade, atendendo às premissas do aumento de cidades inteligentes.


Fonte: Agência Belém


VEJA MAIS

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page