top of page
Belem-negocios-connection.gif

Grupo de motoristas de Belém vai lançar aplicativo com menor taxa por corrida

Com taxa de 9,5% e retorno em benefícios exclusivos, aplicativo será uma saída da classe para competir diretamente com grandes plataformas como a Uber e 99



A CMGB, primeira cooperativa de motoristas de aplicativo da cidade de Belém, vai lançar no dia 26 de junho (sábado), um aplicativo de corrida (ainda com o nome não revelado), desenvolvido para combater a desigualdade no mercado.


As grandes plataformas de transporte de passageiros, como a Uber e a 99, chegam a cobrar até 30% por corrida dos motoristas, em viagens que, segundo eles, além de serem super taxadas, não compensam pelo tempo e distância.


Segundo Fernando Canto, presidente da CMGB (Cooperativa de Mobilidade Grande Belém), o mercado de mobilidade está perdendo qualidade e ganhando inimigos (referindo-se aos parceiros motoristas).


“A Uber e 99 estão brigando por preços enquanto nós vamos brigar por qualidade e respeito. O novo aplicativo de corrida que vamos lançar no dia 26 (sábado) já está pronto. Na verdade, absorvemos as operações de uma plataforma que já existia e estamos reformulando tudo, investindo em estrutura e captando motoristas que estão revoltados para serem nossos sócios”, explica ele.


Estudante de direito e motorista de aplicativo há mais de três anos, Fernando revela que está havendo uma grande revolta, entre os motoristas de aplicativo e as próprias plataformas de mobilidade.


“Cerca de 90% dos colegas que estamos conversando estão querendo desistir de correr. Se não estão revoltados com um, estão revoltados com outro aplicativo. E ainda tem alguns que, por necessidade, estão trabalhando em aplicativos clandestinos”.


A CMGB irá realizar a sua assembleia de constituição no mesmo dia que irá lançar o novo aplicativo. A estratégia que o paraense está utilizando é inspirada no cooperativismo empresarial.


Local onde acontecerá o evento de lançamento do aplicativo

Precauções contra a pandemia da COVID-19

A empresa utilizará um sistema para atender cada interessado em escala de horários. Além de todas as medidas que serão adotadas, o evento não ultrapassará o limite de 50%, recomendado pelas autoridades.


O motorista será um sócio cooperado


Todo motorista que entrar para a cooperativa não será tratado mais como parceiro, termo que aliás, segundo Fernando, não é mais bem visto pela classe.


“O motorista será nosso sócio. Por tanto ele terá participação nos lucros de todas as atividades da empresa. Ele precisará investir para se tornar cooperado e, consequentemente, vai adquirir direitos e deveres. Todo motorista terá um poder de voto igualitário e participará de assembleias para influenciar democraticamente em todas as decisões”.


A plataforma cobrará 9,5% por corrida, a menor taxa existente no mercado. Além disso, irá oferecer benefícios exclusivos para os cooperados.


Fernando explica que tudo será informado aos interessados que comparecerem no evento. Material de divulgação, como camisas e adesivos de carro, será sorteado no dia.


Uma grande ação de divulgação para captação de passageiros ocorrerá nos dias seguintes do lançamento.


O aplicativo vai operar inicialmente na região metropolitana de Belém. Conforme decorrer a aceitabilidade no mercado, a empresa pretende expandir gradativamente para outras cidades.


Informações:

  • Empresa: CMGB

  • Atividade: Mobilidade urbana, transporte de passageiros e entregas de delivery

  • Aplicativo: Nome ainda não revelado

  • Data de lançamento: 26/06, às 14 horas

  • Local: Travessa do Chaco, 2271 (Sede da IOEPA – Imprensa Oficial do Estado do Pará)

  • Inscrições: WhatsApp (91) 8599-0661

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page