top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Belém Lança Edital de Licitação de R$ 50 Milhões para Restaurar Mercado de São Brás

A obra vai atingir todo o complexo e está orçada em R$ 50 milhões, recursos que já estão garantidos pela gestão municipal, por meio de um financiamento junto à Caixa Econômica Federal



O Mercado de São Brás, edificação histórica da capital paraense, será completamente reformado e requalificado, para se tornar um grande espaço turístico, gastronômico e cultural. O lançamento do edital para a abertura das inscrições das empresas que pretendem fazer a obra foi realizado na noite desta quinta-feira, 27, no Complexo de São Brás.



O projeto de restauro do mercado, da praça Floriano Peixoto e do entorno de toda área foi doado pelo arquiteto Aurélio Meira à Prefeitura de Belém.


Lançamento - O objetivo do edital é definir a natureza, abrangência, detalhamento, responsabilidades e atribuições da empresa (licitante) vencedora da licitação, que vai nortear os parâmetros de contratação.


Recursos - A obra vai atingir todo o complexo e está orçada em R$ 50 milhões, recursos que já estão garantidos pela gestão municipal, por meio de um financiamento com a Caixa Econômica Federal.


O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, assinou o termo que autoriza a abertura. O gestor municipal lembrou a importância do prédio histórico, a sua fundação e o significado para cada cidadão de Belém.


Coração - "Não tem quem viva em Belém e não passe por São Brás. O mercado é o coração do bairro de São Brás, é inspirador para a nossa cidade. Foi com essa fé e com essa vontade, que, mesmo pegando a cidade em condições arruinadas financeiramente, hoje estamos abrindo a licitação", disse o prefeito de Belém.


"Já garantimos recursos com a Caixa Econômica e, dentro de alguns meses, vamos ter aqui não só o mercado restaurado, mas todo o complexo arquitetônico, para alavancar a economia da cidade, o turismo e a gastronomia, além de preservar o trabalho e os direitos dos feirantes que aqui trabalham", declarou o prefeito Edmilson Rodrigues.


Início - Com a abertura do edital, dentro de 40 a 45 dias, a empresa que ganhar a licitação será anunciada. A Prefeitura pretende iniciar a obra ainda em 2022.


Permissionária do setor de ervas, Rosana Araújo, de 60 anos, que atua há 30 anos no Mercado de São Brás, participou do lançamento do edital e comemorou o olhar da gestão municipal pelo importante patrimônio da cidade.


"Aqui é um complexo grande, muito bonito, mas, no decorrer dos anos, enfrentamos muitas dificuldades", avalia Rosana. "O mercado foi sucateado e os trabalhadores, também. Mas a esperança nunca morreu, sempre ficamos em busca de uma oportunidade do poder público revitalizar esse espaço e resgatar a história do mercado, ele faz parte da história de Belém. Eu estou muito feliz hoje, um momento histórico nesse espaço, é um sonho sendo realizado".



Remanejamento - Durante o período da obra no mercado, que tem previsão de 18 meses, os trabalhadores que atuam no mercado serão remanejados para duas áreas, que ficam na parte de trás do prédio.


Vendedora de refeição no mercado, a feirante Eliete da Conceição, de 62 anos, ressaltou a importância da Prefeitura fazer a readequação do complexo e inserir os permissionários que trabalham há anos no local.


"A nossa maior felicidade é ver essa transformação, mas também nunca perdemos a esperança. É uma alegria ver uma grande obra nesse mercado, principalmente por incluir a gente e transformar a vida de todos nós”, festejou Eliete.


Projeto - O projeto para o Mercado de São Brás manterá os 244 permissionários, que estão incluídos na modernização da área.


O espaço vai contar com:


- Centro de Convenções;

- Restaurante panorâmico;

- Terraço;


Área para as boieras atuarem;


- A feira;

- Elevadores e escadas rolantes;

- Estacionamento com mais de 200 vagas;

- E um boulevard (na praça Floriano Peixoto).


Mundo - Para a concepção do projeto, o arquiteto Aurélio Meira visitou espaços em várias partes do mundo. "Para esse projeto, nós fizemos estudos em outras cidades para conhecer mercados que se assemelham ao de São Brás. Fui a Madri, Barcelona e Lisboa. Fiz uma análise de todos eles para fazer o nosso mercado", comentou Aurélio.


*Fonte: Agência Belém


Veja também:

 

Conheça a "Comunidade Belém Negócios". Faça networking e desenvolva novas habilidades.


Siga o nosso perfil no Instagram.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page