top of page
Belem-negocios-connection.gif

Visando a COP-30, rede hoteleira portuguesa analisa expansão para Belém

O fundador da rede hoteleira afirma que recebeu uma proposta do Governo do Estado para construir um hotel à beira-mar em uma área de aproximadamente 4 mil metros quadrados. Ele ainda disse que o projeto seria "fora da caixa"


Jorge Rebelo de Almeida, fundador do Vila Galé. Foto: Forbes

O presidente e fundador da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, anunciou que está analisando novos projetos para expandir a presença da empresa no Brasil, incluindo um segundo resort no estado de Alagoas e duas estreias: São Luís do Maranhão e Belém do Pará.


Jorge Rebelo de Almeida revelou em conferência de imprensa, em Lisboa, que o Governo do Estado de Alagoas propôs à Vila Galé o desenvolvimento de um resort em Coruripe, a Sul de Maceió.


Seria o segundo hotel do grupo no estado brasileiro, depois do Vila Galé Alagoas, um resort de 513 quartos inaugurado em Julho de 2022, na Praia de Carro Quebrado, a Norte de Maceió.


O presidente da Vila Galé também revelou que vai entrar em três concursos para fazer a sua estreia em São Luís, capital do estado do Maranhão, no Brasil. Um dos concursos é para a exploração da Casa do Maranhão, frisou o presidente do grupo hoteleiro.


“Projeto fora da caixa” em Belém do Pará

Jorge Rebelo de Almeida revelou que também recebeu propostas do Governo do Pará para instalar um hotel na capital do estado. O presidente da Vila Galé frisou que Belém do Pará necessita expandir a sua oferta hoteleira para receber já no próximo ano, em 2025, a COP-30.


“Uma das propostas [para Belém do Pará] me deixou absolutamente entusiasmado, porque é para fazer [um hotel] à beira-mar, através da recuperação de dois grandes armazéns, com 2.000 metros quadrados cada um, um projeto fora da caixa”, sublinhou o presidente da Vila Galé.


Hotel Vila Galé Alagoas. Foto: Divulgação

Novos projectos em Cumbuco e Ouro Preto

A Vila Galé prevê inaugurar em Dezembro deste ano um novo hotel em Cumbuco (Ceará, Brasil), onde já tem um resort, o Vila Galé Cumbuco. O novo hotel será o Vila Galé Collection Sunset Cumbuco, com 124 quartos, três restaurantes e bares, Satsanga Spa & Wellness, campo polidesportivo, centro náutico e clube infantil NEP com piscinas e escorregas, num investimento estimado de 80 milhões de reais, numa localização sobre a Lagoa de Cauipe e “‘pé na areia’, na maravilhosa praia do Cumbuco”. Em comunicado, a empresa destaca que “a Lagoa de Cauipe é o paraíso do Kitesurf, onde ocorre o campeonato internacional desta modalidade”.


Para Abril de 2025 está prevista a abertura do Vila Galé Collection Ouro Preto – Historic Family Resort hotel, Conference & Spa (Brasil), em Cachoeira do Campo, Minas Gerais, Brasil. O projeto resulta da recuperação do espaço histórico onde funcionou o primeiro regimento de cavalaria de Portugal no Brasil em 1775 e, posteriormente, o colégio salesiano Dom Bosco.


O hotel terá 298 quartos, dois restaurantes, dois bares, sete salas de convenções, auditório, capela, biblioteca, sala de jogos, Satsanga Spa & Wellness com piscina interior aquecida, clube infantil NEP com parque aquático, quinta e horta pedagógica, lago e slide e ainda plantações de vinha e olival.


O projeto em Ouro Preto representa um investimento de mais de 120 milhões de reais.


PressTour


Leia Mais:

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page