top of page
Belem-negocios-connection.gif

Twitter Vai Aceitar Oferta De Compra De Elon Musk; Entenda

Os acionistas do Twitter pressionaram o conselho a reconsiderar a oferta de Musk no fim de semana


Twitter Vai Aceitar Oferta De Compra De Elon Musk; Entenda
Imagem: Reuters

O Twitter está prestes a aceitar a oferta de US$ 43 bilhões de Elon Musk para tomar a rede social privada, de acordo com um relatório.


O Twitter pode anunciar que aceitou a oferta de Musk ainda nesta segunda-feira, uma vez que seu conselho se reuniu para recomendar a transação aos acionistas do Twitter, disseram fontes à Reuters. As negociações são fluidas e o acordo ainda pode desmoronar, acrescentaram as fontes.


Leia também:




O relatório de segunda-feira da Reuters enviou ações do Twitter subindo mais de 5% no pré-mercado na segunda-feira.


O Twitter não conseguiu garantir uma provisão chamada "go-shop" de Musk, o que teria permitido que ele solicitasse outras ofertas de potenciais compradores depois que o acordo foi assinado, de acordo com o relatório.


Ainda assim, o Twitter teria permissão para aceitar uma oferta de outra parte pagando a Musk uma taxa de separação, acrescentaram as fontes.


A mudança vem depois que Musk supostamente se reuniu com vários acionistas no fim de semana e esboçou os detalhes de sua oferta de US$ 54,20 por ação para a plataforma de mídia social, de acordo com a Reuters. A divulgação de Musk forçou o conselho de administração da empresa a considerar seriamente a oferta de aquisição de US$ 43 bilhões do CEO da Tesla, segundo o relatório.


Muitos acionistas do Twitter entraram em contato com a empresa no fim de semana depois que Musk esboçou um plano de financiamento detalhado para sua oferta na quinta-feira e pediu que não deixasse escapar a oportunidade de um acordo, de acordo com a Reuters.



O conselho do Twitter está preocupado que sua posição de negociação enfraqueceria se eles desafiassem seus investidores caso Musk apresente uma oferta atraente. A insistência de Musk de que sua candidatura ao Twitter é sua "melhor e última" surgiu como um obstáculo nas negociações do acordo, disseram as fontes.


O conselho do Twitter está supostamente em negociações com Musk, a fim de obter mais detalhes sobre sua oferta e para ver se há espaço para negociar termos mais favoráveis para a empresa, de acordo com a Reuters.


O Twitter ainda não decidiu se vai explorar uma venda para pressionar Musk a aumentar sua oferta, disseram fontes à Reuters.


Musk tem uma excelente oferta para comprar o Twitter e levá-lo para o privado, a fim de restaurar sua missão de oferecer uma plataforma para "liberdade de expressão". Inicialmente, o conselho do Twitter resistiu à oferta e montou uma defesa de "pílula venenosa" projetada para dissuadir Musk de montar uma oferta hostil de aquisição.


Musk ameaçou apresentar uma proposta que ele poderia usar para solicitar o apoio dos acionistas para sua oferta — um fator-chave que levou o conselho de administração a considerar seriamente sua oferta.


O Wall Street Journal informou mais cedo no domingo que Musk e o Twitter se reuniriam para discutir a oferta de aquisição.



O conselho da empresa está supostamente buscando informações sobre investigações regulatórias em andamento sobre Musk, inclusive pela Comissão de Valores Mobiliários.


Investidores acusaram Musk de custar-lhes bilhões, tuitando que ele havia garantido fundos para tomar tesla privado a US $ 420 por ação. O tweet motivou uma ação coletiva contra Musk, bem como uma batalha legal em andamento com a SEC.


O julgamento está previsto para começar em janeiro de 2023.


A SEC também está investigando se Musk violou regras ao não revelar que havia comprado ações do Twitter enquanto acumulava sua participação de 9,2% no início deste mês.


O Twitter também está investigando se os reguladores de qualquer um dos principais mercados que opera se oporiam a Musk ser dono da empresa, informou a Reuters.


Com informações de NyPost


Quer saber mais? Siga Belém Negócios no Instagram.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page