top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Empreendedor deve Refletir Bastante antes de Manifestar Apoio Político nas Redes Sociais

Segundo a especialista em mídias sociais, prejuízos podem ser grandes, tais como diminuição do número de seguidores e perda de clientes



As redes sociais são hoje um importante canal para manifestação política. Em época de eleições, pode-se perceber claramente como elas se transformam em campo de batalha ideológico a favor de um ou outro candidato. Mas para quem utiliza as redes comercialmente, manifestar opinião nesta esfera é sem dúvida assunto delicado, afinal de contas, é quase impossível, como diz o ditado, agradar gregos e troianos. Assim, o empreendedor que se posiciona simpático a um político em seu perfil profissional corre o sério risco de fechar algumas portas para o seu negócio.


Para a produtora de conteúdo, especialista em mídias sociais e fundadora da Like Marketing, Rejane Toigo, quando se trata de manifestação política nas redes, não há certo e errado – tudo dependerá do desejo e dos objetivos do empreendedor. “Se acreditar que sua opinião irá influenciar seus seguidores e que este posicionamento é importante para ele, seja em âmbito profissional, seja em âmbito pessoal, não há porque não fazer”, diz.


A especialista em mídias sociais aconselha, no entanto, que o empreendedor reflita bastante a respeito de quão importante é sua manifestação política pública, haja visto os prejuízos que podem acarretar, como: ofensas, diminuição do número de seguidores e, eventualmente, perda de clientes.


Em caso de decisão pela manifestação, para evitar que os estragos sejam muito grandes, a fundadora da Like Marketing recomenda um comportamento brando nas redes. “Exponha sua opinião de maneira pontual e não fique a todo momento entupindo seus feeds e stories com memes, que tratam sobre um candidato ou de outro”, sugere. Rejane enfatiza que, apesar de tal prática ser regular, ela é realmente desnecessária.


Além disso, a especialista em mídias sociais indica que o posicionamento seja bem justificado. “Explique de maneira ponderada e sensata as suas razões para votar em determinado candidato, evitando personalizar. Assim, atrele sua escolha à proposta política e não às qualidades do político que a representa, deixando claro que seu voto em tal candidato não significa que concorde com todas as suas posições”, declara.


Também é fundamental, segundo Rejane, para tentar amenizar o impacto da manifestação, o empreendedor enfatizar que opiniões divergentes fazem parte do jogo democrático. “Procure deixar claro que, assim como você respeita as convicções e o posicionamento dos outros, suas convicções e posicionamentos devem ser respeitados”, diz.



Conforme Rejane, a exposição do posicionamento político também pode gerar benefícios ao empreendedor, se ele conseguir manejá-la de maneira estratégica, conectando-se com pessoas que pensam como ele, de forma a ganhar a simpatia delas. Como exemplo de gerenciamento eficaz, a especialista em mídias sociais cita o caso de um empreendedor que postou um vídeo, logo após declarar seu candidato, dizendo que havia perdido alcance e pedindo aos seguidores que concordavam com ele para que colocassem seu perfil nos favoritos. “Assim, conseguiu reverter a situação”, diz.


Mas, de acordo com Rejane, há que se diferenciar o perfil feito em nome de um empreendedor de um perfil feito em nome de uma empresa. No primeiro caso, a opinião está atrelada a imagem de um só indivíduo e ele faz com ela o que bem quiser. “O segundo caso é mais complicado, pois uma empresa engloba várias pessoas, que não necessariamente pensam da mesma forma, comungam das mesmas visões políticas e votam nos mesmos candidatos. É preciso mais atenção aqui”, diz.


Veja também:

 

Conheça a "Comunidade Belém Negócios". Faça networking e desenvolva novas habilidades. Siga o nosso perfil no Instagram.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page