top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

5 Tendências de Educação Corporativa para 2023

Segundo especialista, desenvolvimento de pessoas conectado a objetivos de negócio e formação de comunidades devem marcar o mercado tech ano que vem



De acordo com um levantamento realizado pela LANDtech, em parceria com a Alura Para Empresas, solução de educação corporativa do ecossistema Alura, 78% dos mais de 3 mil entrevistados possuem interesse em migrar para a área de TI. Ou seja, há um forte interesse pelo setor, que pode ser fundamental para suprir a alta demanda por profissionais do ramo atualmente. Com isso, a qualificação desses trabalhadores também se torna um ponto fundamental para o mercado, tornando os programas de desenvolvimento de pessoas outro foco de atenção para o meio.


Para Adriano Almeida, COO da Alura e principal responsável pela unidade de negócios da Alura Para Empresas, o aprendizado deve ser visto como mais do que um benefício para colaboradores, e sim uma parte da cultura e das metas das empresas. “É papel das companhias participar ativamente desse processo educacional, acompanhando, oferecendo trilhas de estudo e de aprendizagem, além de engajar e incentivar os membros do time”, destaca. “Muitos grupos já perceberam que só assim será possível caminhar para a verdadeira transformação digital”, complementa.



Diante desse cenário, o executivo listou as cinco principais tendências de educação corporativa que devem abranger não só a área tech, mas diversos outros segmentos em 2023. Confira:


1) Upskilling e Reskilling


Com o mercado de tecnologia superaquecido, as empresas estão apostando na formação de profissionais com qualificação para os desafios do negócio. Segundo Almeida, nesse movimento, tanto a aceleração do aprendizado de pessoas iniciantes quanto a mobilidade interna ganham espaço.


“Para quem já atua na área de TI, o objetivo é incentivar o aprendizado de novas linguagens e a atualização contínua dos times através do Upskilling”, diz. “Já no caso de pessoas que conhecem o negócio e estão com a cultura da organização enraizada, a expectativa é de que as companhias possam aproveitar esse trunfo para desenvolvê-las no segmento, levando-as para os setores de produto e inovação. Isto reduz custos de turnover e recrutamento”, completa.


2) Cohort Based Learning


A flexibilidade é um tema que veio com força nos últimos anos, inclusive em relação ao aprendizado. Porém, uma das grandes discussões acerca do tema no cenário corporativo é como ter mais liberdade também pode impactar no compromisso das pessoas com a finalização daquilo a que se propõem.


“A solução para empresas que querem oferecer o aprendizado flexível tem sido investir em projetos com prazos (deadlines), que unam indivíduos em um objetivo comum (cohort), gerem um comprometimento público (accountability) e que incentivem e estabeleçam trocas espontâneas de conhecimento entre as pessoas participantes”, explica o executivo.


3) Comunidade corporativa


A formação de comunidades corporativas foi uma das tendências de 2022 e continuará a crescer em 2023. Para Almeida, o motivo do método de educação permanecer em alta se dá pela conexão gerada entre pessoas, motivada pela troca de experiências e conhecimentos. “Quando o time compartilha interesses em comum, não apenas as diferentes habilidades dos seus integrantes passam a ser difundidas naturalmente, como cria-se uma aproximação orgânica do time. Ou seja, mescla-se a evolução profissional com a pessoal, junção fundamental para um modelo escalável de negócios”, pontua.


4) Educação em tecnologia conectada aos objetivos dos negócios


As empresas estão percebendo que quando as suas equipes compreendem os objetivos do negócio e de cada produto, é possível observar mais claramente as skills necessárias para a melhoria de processos, a formação de uma cultura de aprendizado alinhada com as ações da marca, a consolidação de trilhas de conhecimento e, consequentemente, capacitações de forma mais assertiva.


“As marcas querem profissionais preparados para solucionarem problemas reais, tudo isso feito de forma orgânica e em comunidade. Ou seja, é uma habilidade que não é desenvolvida isoladamente em um time de colaboradores. Muito mais que isso, ela se posiciona como um movimento, uma mudança cultural que torna a educação corporativa contínua e direcionada”, ressalta o executivo da Alura.


5) Digital Skills


O desenvolvimento de conhecimentos sobre tecnologia favorece não apenas aquelas carreiras já relacionadas a esse ramo, como também impulsiona a eficiência e a geração de valor constante em todas as estruturas de uma organização. “Desenvolver habilidades tech é igualmente indispensável para indivíduos que não são da área de TI, por isso deve continuar entre as prioridades de aprendizado nas companhias”, reforça Almeida.


Como exemplo, o executivo traz pessoas colaboradoras que trabalham com Recursos Humanos (RH). “É um profissional que precisa ter o mínimo de entendimento possível sobre dados para analisar desempenho e performance da sua área de trabalho”, afirma. “Essa é só uma pequena amostra de como o aprimoramento de Digital Skills se trata de um caminho inevitável para o mercado”, finaliza.



Sobre a Alura Para Empresas


A Alura Para Empresas engloba as soluções de educação corporativa da Alura, maior ecossistema de aprendizado em tecnologia do Brasil, para impulsionar organizações na transformação digital e preparar pessoas para as principais demandas em tecnologia do mercado.


Com mais de 1.300 cursos on-line, a empresa conta com plataforma de gestão de aprendizado, apoio em ações de engajamento e curadoria de conteúdos. Além disso, conta com programas personalizados para recrutamento e aceleração de times, como o Alura Level Up, criação de oportunidades com impacto social, como o Alura Include, e Upskilling e Reskilling, como o Alura Boost. Até o momento, mais de 5 mil empresas já aderiram às soluções de educação corporativa da Alura Para Empresas, entre elas Banco Pan, Dasa, Banco do Brasil, Localiza e Quinto Andar.


Veja também:

 

Conheça a Comunidade Belém Negócios. Faça networking e desenvolva novas habilidades. Siga o perfil do Belém Negócios no Instagram.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia