top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

UFPA é destaque em rankings internacionais de ensino superior

Indicadores apontam que a UFPA está as principais instituições brasileiras de ensino superior no cenário mundial.


UFPA é destaque em rankings internacionais de ensino superior
Foto: Thiago Pelaes / UFPA

A Universidade Federal do Pará (UFPA) tem se destacado nos últimos anos em rankings internacionais que avaliam a qualidade do ensino superior e o impacto social das universidades. Os resultados de dois rankings apresentaram a UFPA entre as principais instituições brasileiras de ensino superior no cenário mundial: o World University Ranking 2022, da Revista Times Higher Education (THE), e o QS Latin America University Rankings 2022.


No THE World University Ranking 2022, a UFPA performou na posição 1201+, nova categoria criada este ano (até o ranking 2021, divulgado em 2020, as posições eram classificadas até 1001+), entre mais de 1.600 instituições de 99 países e territórios. Em 2021, a UFPA ficou entre as 1001+, entre mais de 1.500 instituições de 93 países.


Os indicadores de desempenho desse ranking estão agrupados em cinco áreas: ensino (o ambiente de aprendizagem); pesquisa (volume, receita e reputação); citações (influência da pesquisa); panorama internacional (funcionários, alunos e pesquisa) e receita da indústria (transferência de conhecimento).


A maior pontuação da UFPA em 2022 foi na área de transferência de conhecimento, indicador que tem crescido em pontuação ao longo dos anos, assim como o indicador de citações e ensino.


A UFPA manteve um bom índice ainda na área de pesquisa e no panorama internacional.


A participação de universidades brasileiras e estrangeiras tem aumentado a cada ano. Em quatro anos, a quantidade de instituições brasileiras participantes passou de 36 (em 2019) para 70 no ranking 2022. Estas divididas e incluídas nas seguintes posições em 2022: 201–250 (USP), 401-500 (Unicamp), 601-800 (UFMG, UFRGS e UFS), 801-1000 (UFSC, Unifesp, Unifor, PUC-Rio e PUC-RS), 1001-1200 (UnB, Unesp, UFABC, UFPEL, UFRJ, UFSCar e PUC-PR), 1201+ (UFPA e outras 41 IES) e sem pontuação (11 IES).


Entre as latino-americanas - Já no QS Latin America University Rankings 2022, a UFPA está na 127ª posição geral, de um total de 418 instituições brasileiras e latino-americanas participantes. Universidades do Brasil, do México e da Colômbia representam o maior número de instituições ranqueadas. Na edição anterior, em 2021, participaram do ranking 410 universidades, e a UFPA ficou na 131a posição.


A metodologia do ranking usa os seguintes critérios: impacto da pesquisa, compromisso docente, empregabilidade, impacto na Web e internacionalização. A lista leva em conta os indicadores de reputação acadêmica (com peso de 30% na nota), reputação junto ao empregador (peso de 20%), proporção de professores para alunos (peso de 10%), qualidade de formação do corpo docente (peso de 10%) e rede internacional de pesquisa (peso de 10%).


Os indicadores mais bem pontuados da UFPA são com relação ao quadro profissional qualificado e à rede internacional de pesquisa. Em seguida, estão os indicadores de impacto na Web, papel do corpo docente e alunos de graduação.


Se consideradas apenas as universidades brasileiras, a UFPA está na 27ª posição do ranking, sendo a mais bem avaliada da Região Norte, seguida da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), classificada entre as 161ª-170ª posições, e a Universidade do Estado do Pará (UEPA), que está entre as posições 351ª-400ª.


Texto: Assessoria de Comunicação Institucional da UFPA

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page