top of page
Belem-negocios-connection.gif

Startup paraense está entre as 100 mais promissoras do Brasil

A lista anual destaca as 100 startups nacionais com potencial de crescimento e desenvolvimento no mercado. Na edição deste ano ais de 2.000 empresas se cadastraram



Pequenas Empresas & Grandes Negócios revelou, na última segunda-feira (9), as 100 Startups to Watch 2023, a lista anual que destaca os negócios mais promissores do ecossistema de inovação do Brasil. Em sua sexta edição, a iniciativa reúne as empresas de base tecnológica mais quentes e com grande potencial de crescer nos próximos anos.


Entre maio e julho, 2.076 startups se inscreveram no 100 STW, projeto desenvolvido por Pequenas Empresas & Grandes Negócios e Época NEGÓCIOS, em parceria com as consultorias Elogroup e Innovc. As empresas foram avaliadas em grau de inovação, potencial de mercado, negócio e escalabilidade, equipe e maturidade da solução.


Neste ano, a diversidade ganhou ainda mais espaço do que na edição anterior. O número de empresas com mais da metade dos sócios com alguma característica de diversidade entre as 100 selecionadas saltou de 29% em 2022 para 44% em 2023. Além disso, um time de 59 embaixadores espalhados pelo Brasil ajudou a aumentar a diversidade geográfica. Entre as 100 selecionadas, houve crescimento de 66,7% de startups do Nordeste e de 50% do Centro-Oeste.


Uma das empresas selecionadas foi a Inteceleri, uma startup criada em 2014, com o objetivo de desenvolver soluções que contribuam com o aumento da qualidade da educação básica no Brasil, em especial na disciplina matemática. A empresa já impactou mais de 450 mil alunos em 5 estados e mais de 22 municípios.


"Sem dúvida nenhuma, ter o nosso trabalho reconhecido em meio a tantas startups promissoras me deixou extremamente feliz. Primeiro, agradeço a todo meu time e ao nosso ecossistema. Entendemos que ainda temos muito o que apresentar ao Brasil e ao mundo como solução que também esteja alinhada com a questão da sustentabilidade", comentou o CEO da Inteceleri e membro da Comunidade Belém Negócios, Walter Júnior.


Para tratar assuntos educacionais de maneira inovadora, a empresa também desenvolveu um óculos de realidade virtual feito todo da fibra de miriti ou buriti. O óculos possibilita a imersão de alunos e professores em ambientes virtuais, facilitando a aprendizagem de elementos como a geometria. "A nossa ida ao Vale do Silício nos trouxe várias ideias, uma delas foi o desenvolvimento de um óculos de realidade virtual. Conhecemos o Google Glass, o óculos da Google, e pensamos em como poderíamos trazer essa ferramenta para o contexto da educação. Assim surgiu o Geometricando, que hoje evoluiu para o Geometa, que é em metaverso e envolve realidade virtual, realidade aumentada e realidade mista no contexto geral", explica Walter Júnior.


Walter Júnior, CEO da Inteceleri, também é professor de pós graduação na Universidade Federal do Pará - UFPA, sendo a partir dessa vivência com os alunos que começou a perceber o espaço para desenvolver uma nova tecnologia de aprendizagem. Walter acredita que as metodologias imersivas irão mudar a forma de aprender e de ensinar. "Eu acredito que as metodologias imersivas, como o Geometa, irão mudar a forma de aprendizado. É uma possibilidade de mostrar para o aluno a teoria na prática. Imagina você aprender geometria olhando para um prédio ou para um objeto e identificar o que foi ensinado. Isso facilita a o ensino do professor e a aprendizagem do aluno, já que ele consegue ver o abstrato sendo colocado na prática".


Por fim, Walter Júnior expressa que deseja que a Inteceleri esteja em todos os Estados da Amazônia até 2024, além de estar planejando a expansão nacional e internacional da marca. "O nosso plano é estar presente em todos os estados da Amazônia até o primeiro trimestre de 2024, em seguida, queremos estar em todo o Brasil. Além disso, estamos a um passo da internacionalização com o piloto que estamos desenvolvendo em Portugal e esperamos que a partir dali possamos ter mais espaço no mercado internacional. Nós acreditamos mesmo que é apenas através da educação que vamos mudar o mundo", conclui o CEO.


Clique aqui e confira a lista completa das empresas selecionadas


Com informações de Pequenas Empresas & Grandes Negócios


VEJA MAIS

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page