top of page
Belem-negocios-connection.gif

Startup paraense cria aplicativo que facilita gestão de obras

Atualizado: 29 de jun. de 2021

Empresa residente do PCT Guamá tem o aplicativo mais popular no seguimento de gestão de obras do Brasil


Startup paraense cria aplicativo que facilita gestão de obras
Fábio Chaar e Marcelo Chaar, criadores do aplicativo Vigha, líder no seguimento de gestão de obras (Divulgação)

Aplicativo Vigha, criado pela startup paraense de mesmo nome, é uma plataforma integrada (web e mobile) que oferece recursos específicos para profissionais e empresas que necessitam fazer gestão de obras.


Através do aplicativo, a startup já ajudou a fazer a gestão de mais de 5 mil obras em todo país.



Startup paraense cria aplicativo que facilita gestão de obras
Aplicativo é destaque no mercado das construtechs

Disponível no Google Play e Apple Store, a plataforma já somou mais de 10 mil downloads e conta atualmente com uma base de 18 mil usuários ativos.


"Criamos uma ferramenta intuitiva e modular, que pode ser adequada a diferentes perfis de empreendimentos”, explica Marcelo Chaar, co-fundador da startup.

Segundo o empreendedor, mais de R$ 42 milhões já foram administrados através da plataforma.


“A maior influência foi a redução do uso de planilhas off-line e melhora na segurança da informação”, conta Felipe Zveibil, sócio diretor da Llion Partners e usuário do app.

Tecnologia e Funcionalidades


O aplicativo possibilita o controle do canteiro de obras, com funcionalidades como criação de orçamentos, planejamento do cronograma físico financeiro, controle de custos, medição física e diário de obras com captura de imagens.


Os softwares tradicionais que fazem esse tipo de gestão necessitam de treinamentos intensos por possuírem uma complexidade de utilização e isso acaba elevando o custo para as empresas.



Os idealizadores


Fábio Chaar e Marcelo Chaar, formados em ciência da computação, com experiências e especialidades distintas, criaram a startup em 2015.


Ambos com expertise em sistemas de alta complexidade e criticidade, imergirem na cadeia da construção civil em busca de problemas que pudessem ser solucionados com inovação.


Construtechs, um mercado que está em alta


Construtechs são empresas de tecnologia que utilizam sua expertise em inovação para promover mudanças significativas no mercado da construção.


Um mapeamento realizado em 2020, pela Terracotta Ventures, identificou 702 startups Construtechs e Proptechs (nome que se dá a startups do mercado imobiliário) ativas no país. Este é um crescimento de 23% em relação ao ano anterior, e 180% em relação ao primeiro mapeamento publicado no país em 2017.

Segundo Bruno Loreto, Head of Construtech Ventures da Sienge, o crescimento dessas startups no país reforça a transformação digital no setor e apresenta novos desafios a serem enfrentados pelas empresas.

A necessidade de reduzir custos, otimizar receitas, criar diferenciais competitivos, impulsionou a inovação.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page