top of page
Belem-negocios-connection.gif

Reforma do Mercado de São Brás, em Belém, Custará R$ 50 Milhões

Projeto deve incentivar o empreendedorismo dentro e no entorno do tradicional prédio, transformando-o em um complexo de turismo e lazer



A Prefeitura de Belém finaliza os trâmites administrativos para abertura do processo licitatório para escolha da empresa executora da obra de reforma e requalificação do Mercado de São Brás. A previsão que esta etapa seja concluída até o final deste mês de agosto, que o edital de licitação seja lançado no começo de setembro e que a obra seja realizada em um período de 18 meses. A obra custará R$ 50 milhões, já assegurados ao município pela Caixa Econômica Federal.


O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, se reuniu nesta quarta-feira, 17, com o arquiteto Aurélio Meira, executor do projeto, os secretários municipais de Meio Ambiente, Sérgio Brazão, de Economia, Apolônio Brasileiro, o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém, Lélio Costa e engenheiros da administração municipal, onde foi detalhado toda a reforma geral que será realizada no espaço e a requalificação, que transformará o tradicional mercado de São Brás em um complexo de turismo e lazer, mantendo o espaço de comercialização.



Cultura, lazer, gastronomia e empreendedorismo


A reforma geral do Mercado de São Brás, além de recuperar o prédio histórico, tem a finalidade de evidenciar as peculiaridades da cultura paraense, como a forma de alimentação da população de Belém, município que já recebeu o selo de Cidade Criativa da Gastronomia, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).


O arquiteto Aurélio Meira mostrou que o projeto de reforma possui uma área dedicada às crianças para que os pais acompanhem de perto o lazer dos filhos. Também haverá espaços para valorizar o trabalho de pequenos empreendedores.

O projeto de reforma prevê uma área de lazer, com restaurantes, mezanino, além de espaços para manutenção dos cerca de 300 pequenos comerciantes, que já atuam no mercado com permissão da Prefeitura de Belém.


*Fonte: Agência Belém

 

Junte-se a nós. Conheça a "Comunidade Belém Negócios". Faça networking e desenvolva novas habilidades. Quer receber mais notícias como essa? Faça parte do nosso grupo do WhatsApp e siga nosso perfil do Instagram.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page