top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Preço real do botijão de gás sobe e bate recorde

O dinheiro está voando, mas, como sempre, não é para o bolso do consumidor brasileiro.


A média do preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), vendido em botijões de 13 quilos e usado em residências, chegou a R$ 98,70 em setembro. É o maior valor já registrado em 20 anos.


Os dados são do monitor de preços do Observatório Social da Petrobras (OSP), entidade de pesquisa ligada à Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), ao Instituto Brasileiro de Estudos Políticos e Sociais (Ibeps) e ao Instituto Latino-Americano de Estudos Sócio-Econômicos (Ilaese).


O valor está cerca de R$ 20 acima da média praticada há um ano, quando o botijão de gás de cozinha custava R$ 77,40, em valores corrigidos. Ainda segundo o estudo do OSP, o preço médio do litro de gasolina, que fechou setembro em R$ 6,09, é o maior desde fevereiro de 2003.


“O consumidor tem que pesquisar, pois o preço do gás está caro não apenas no Brasil, mas também no mercado externo. O objetivo da pesquisa é mostrar a necessidade da população ficar atenta com o preço, ainda mais que vamos ter o auxílio gás para as famílias em vulnerabilidade”, comenta Feliciano Abreu do site Mercado Mineiro.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page