top of page

Por que as pessoas deveriam parar de pedir comida por aplicativo

Você sabe quanto um restaurante paga por uma venda feita nos aplicativos de delivery, como Uber Eats ou Ifood?



Em 2020, restaurantes americanos foram beneficiados com leis municipais que impediam os aplicativos de delivery de cobrar mais de 15% de taxa de serviço e 5% de marketing (por venda). Cidades como NY e Los Angeles alegaram que os 30% habituais eram muito altos. Mesmo após a pandemia, as prefeituras estão decidindo manter as leis, forçando os aplicativos a apelar por “justiça”. Uma guerra de processos se instalou por lá.


Nada disso seria necessário se os apps não tivessem se tornado uma moda. Os restaurantes não deixaram de disponibilizar seus canais de atendimento. Lembra dos telefones fixos? De certa forma, o mercado poderia superar a crise sozinho. Mas os aplicativos roubaram a cena e se colocaram como a única solução. O que não é verdade. Eles cobram taxas altíssimas, surrupiam gorjetas dos entregadores, criam promoções ilusórias (muitas vezes enganosas). Vendem descontos para dar descontos. É isso mesmo? Sim. As pessoas pagam para ter direito a promoções. Confuso.


Ninguém precisa de um especialista para dizer que só o fato de eliminar os apps desse jogo já tornaria as coisas mais justas. E não estamos falando de causar muitas demissões. Você conhece alguém que trabalha diretamente para a #Ubereats ou #Ifood, por exemplo? Arrisco a dizer que não. Mas certamente conhece algum motoboy, garçom ou o dono de algum restaurante. Aí vai a verdade: eles podem viver sem os apps. O setor todo pode.


Outra matéria que postamos, sobre o Open Delivery, fala exatamente como os bares e restaurantes planejam se livrar dessas amarras digitais. Mas não espere por isso. Trata-se de uma longa batalha que vem a seguir.


Enquanto isso, que tal ligar para o seu restaurante favorito e pedir a sua refeição? Lembre-se que, se voltar a fazer dessa forma, 30% do valor não vai para um aplicativo instalado gratuitamente em seu celular. Prefira pagar 100% do valor para as pessoas que vão de fato preparar e entregar a sua comida.

Qual é a sua opinião sobre isso?


Esse é o assunto do podcast dessa semana, que será publicado na quarta, 18 horas. Comente e contribua para mais um conteúdo de valor.

bottom of page