top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Pesquisa aponta que Belém não é a cidade mais rica do Pará

Três municípios paraenses estão na lista dos 100 municípios com maior PIB do Brasil



A pesquisa PIB dos Municípios divulgada, nesta sexta-feira (15), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que a capital paraense não foi a cidade com o maior saldo de atividade econômica do Estado no ano de 2021. Belém ficou atrás de Canaã dos Carajás e Parauapebas, respectivamente. Os três municípios do Estado integram a lista das 100 cidades com os maiores índices do Produto Interno Bruto do Brasil.


A análise utiliza os valores adicionados brutos dos três grupos de atividade econômica: agropecuária, indústria e serviços, além da administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social.


Na amostragem regional, que reúne as 30 cidades mais ricas do Norte, o Pará concentrou 16 municípios com os maiores PIB da região. Com Parauapebas, que ocupou o segundo lugar e registrou 8,82% de participação no índice total; seguido de Canaã dos Carajás, com 6,20%; Belém (5,93%); Marabá (2,40%); Barcarena (1,64%); Ananindeua (1,58%); Santarém (1,13%); Tucuruí (1%); Castanhal (0,83%); Paragominas (0,76%); Vitória do Xingu (0,75%); Curionópolis (0,65%); Altamira (0,55%); Itaituba(0,55%); Marituba (0,46%); Redenção (0,45%).

Atividades econômicas


O município paraense que mais se destacou na agropecuária nacional foi Ulianópolis, com rendimento de R$ 1.376.072,00 no setor. Acará e São Félix também aparecem na lista, com rendimentos de R$ 904.959,00 e R$ 879.584,00, respectivamente.


Na indústria, Parauapebas é o 4º município do país com o maior rendimento registrado na atividade econômica. A lista também inclui Canaã dos Carajás, que aparece em 8º lugar, Marabá e Barcarena.


Na categoria de segmentos da administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social — analisadas por conta da importância dessas atividades na economia brasileira —, Belém aparece na 17ª posição, com rendimento de R$ 5.719.640,00 no PIB nacional. No ranking também aparecem Ananindeua, com arrecadação de R$ 1.834.169,00 e Parauapebas, com R$ 1.802.752,00.


Folha do progresso


Leia Mais:

  • Descubra um novo jeito de fazer network e desenvolver novas habilidades com a Comunidade Belém Negócios 

  • Faça parte do BlackStage, mentoria empresarial inédita no Norte do Brasil

  • Acompanhe todas as notícias do Belém Negócios, entre para o Grupo no WhatsApp 

  • Belém Negócios lança iniciativa Oficina de Negócios, um ambiente exclusivo para quem quer começar a sua própria empresa


Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page