top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Pensando em Criar um E-Commerce? Este é o Melhor Momento

2022 será um dos melhores anos para o e-commerce no Brasil. Veja quais são as melhores oportunidades



No primeiro trimestre de 2022, o comércio eletrônico no Brasil apresentou um crescimento de 12,6%, um faturamento de R$ 39,6 bilhões. O número de pedidos também aumentou, totalizando 89.7 milhões. Os números não mentem, o e-commerce no país é um dos setores mais promissores para investir. Se está pensando em empreender nesse ramo, aqui vão alguns motivos para você partir para a ação.


Veja também:



Segundo uma pesquisa realizada pela Neotrust, todas as regiões brasileiras apresentaram crescimento no varejo virtual no primeiro trimestre deste ano.


Destaque para:


  • O Nordeste, que registrou aumento de 20% no faturamento e somou R$ 6,95 bilhões, além de alta de 29% nos pedidos, com 14,3 milhões de compras realizadas

  • E o Sudeste, região com maior faturamento e número de pedidos no varejo digital do Brasil, arrecadou R$ 22,8 bilhões e teve mais de 54,7 milhões de compras pela internet, elevação de 9% em ambos os indicadores em comparação com o mesmo período do ano passado


As categorias que tiveram maior faturamento:


  • Telefonia, eletrodomésticos, eletrônicos, moda e acessórios e informática.

Os destaques em faturamento são dos eletrodomésticos, com crescimento de 25,8%, e moda e acessórios, com elevação de 25,5%.


Moda e acessórios, beleza e perfumaria, alimentos e bebidas, saúde e utilidades domésticas são as categorias com maior número de pedidos entre janeiro e março deste ano, sendo alimentos e bebidas o setor que mais cresceu no primeiro trimestre, em 73,4%. Saúde também avança, com aumento de 38,1% nas compras.


As formas de pagamento:


  • O cartão de crédito foi o método mais utilizado nas compras digitais nos primeiros três meses de 2022, representando 82,6% do faturamento total

  • Houve redução de 6,5 pontos percentuais no número de pagamentos por boleto no primeiro trimestre

  • E o Pix saltou de 4,3% no primeiro trimestre de 2021 para 9,7% no mesmo período em 2022



De acordo com o levantamento, o número de clientes únicos – que fizeram ao menos uma compra – cresceu no primeiro trimestre deste ano: 24 milhões de clientes únicos realizaram compras contra 23 milhões no mesmo período em 2021, 16 milhões no mesmo período em 2020 e 13 milhões no mesmo período em 2019.


Para este ano, a expectativa é que comércio virtual cresça 21% e feche com US$ 5,55 trilhões de movimentação financeira.


*Com informações de Monitor Mercado


Você já segue Belém Negócios no Instagram?


Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia