top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Pará deve ganhar 4 novos aeroportos até 2025, o investimento mínimo será de R$60 milhões

O anuncio foi feito pelo ministro do turismo, Celso Sabino, em entrevista ao O Liberal. Segundo o ministro, os novos aeroportos poderão receber voos de pequeno e médio porte, além de atender a demanda de diversas regiões do Estado. Um dos aeroportos deve ficar na Região Metropolitana de Belém


Como preparação para a COP-30, o Pará deve ganhar 4 novos aeroportos
Foto: Cristino Martins/ Ag. Pará

Em entrevista a O Liberal, o ministro do turismo, Celso Sabino, afirmou que a perspectiva do turismo para 2024 é de superar a marca de 2023 e de antes da pandemia. Uma das ações mais importantes do Ministério para que isso aconteça é a implementação de quatro novos aeroportos no Pará até a realização da COP-30 em Belém.


Atendendo as demandas de diversas regiões do Estado, os quatro aeroportos poderão receber voos de pequeno e médio porte, levando novos voos aos aeroportos já existentes na região e ampliando a malha aeroportuária do Estado.


Um dos aeroportos deve ser instalado na Região Metropolitana de Belém e os outros três no interior do Estado. "A estimativa da Infraero, para uma pista básica, é de R$15 a R$20 milhões", informou Sabino ao O Liberal.


"É fruto de um trabalho conjunto. Estamos trabalhando muito para melhorar a conexão aérea do Pará com outros Estados da Federação e também com outros países do mundo. Alcançamos agora a ampliação do número de voos da companhia Azul de Belém para Fort Lauderdale: eram cinco frequências semanais e agora são sete, ou seja, temos um voo diário”, ressaltou o ministro ao O Liberal.


Além disso, Celso Sabino também disse ao O Liberal, que está negociando a retomada de voos direto de Belém para Miami pela companhia Latam, e que também conseguiu ampliar a frequência dos voos direto de Belém Para Lisboa da companhia TAP, que agora são cinco frequências semanais. Neste mês o ministro também deve se reunir com uma empresa caribenha para trazer voos direto do Caribe para o Pará.


Com a evidência do turismo na Amazônia e o crescimento exponencial dos números do ramo no estado, o ministro compartilhou que Belém receberá a primeira reunião de ministros do turismo dos países participantes do G20, em setembro deste ano. O G20 é formado pelas 19 maiores economias do mundo, mais a União Europeia e a União Africana. O Brasil é o pais que preside temporariamente o Grupo (12/2023 até 11/2014).


Com informações de O Liberal


Leia Mais:


Commentaires


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page