top of page
Belem-negocios-connection.gif

Nova Plataforma Reúne Produtos e Serviços de Saúde em um Só Lugar

Marketplace descomplica o acesso a serviços de saúde de qualidade, trazendo vantagens para pacientes e fornecedores do setor


Saude ID, saude, serviços de saude, marletplace de saude
(Divulgação/Saude iD)

Três em cada quatro brasileiros não possuem plano de saúde, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), de março deste ano. Outra parcela, que tem plano de saúde, também acaba precisando pagar do próprio bolso para ser atendida devido a restrições de cobertura.


Para esse público, de milhões de pessoas, ter acesso a serviços de saúde de qualidade é um processo demorado, complexo e caro. Ao mesmo tempo, médicos, laboratórios, clínicas e hospitais enfrentam dificuldade em alcançar novas fontes de demanda.


Veja também:



Equacionar essa questão desafiadora do setor foi o que impulsionou o Grupo Fleury a trazer para o mercado uma solução inovadora: a healthtech Saúde iD.


Trata-se de uma plataforma digital que conecta essas duas pontas – de um lado, pessoas que buscam produtos e serviços de saúde e, de outro, médicos, hospitais particulares, clínicas e laboratórios.


“A Saúde iD entra como elo, o orquestrador, que facilita as transações entre fornecedores e usuários”, explica o CEO da startup, Hans Ulrich Lenk.


Com um variado portfólio disponível no modelo de marketplace, o cliente que acessa o Saúde iD pode ser atendido em praticamente todas as suas necessidades médicas, num só lugar e de maneira descomplicada e rápida.


Cirurgias mais em conta


São mais de 3,5 mil ofertas, que incluem consultas online, exames laboratoriais e de imagem, cirurgias de baixo risco, como hérnia e vesícula, e procedimentos não cirúrgicos – inclusive estéticos e odontológicos, como botox, lente de contato dental e Invisalign –, tudo com preços mais acessíveis.


A proposta, no entanto, vai muito além de uma grande vitrine com valores atrativos – é proporcionar uma jornada de saúde otimizada e inteligente.


Para isso, a startup construiu um algoritmo capaz de guiar e engajar o paciente e, assim, garantir uma rede de cuidados integrada e personalizada.


“Nosso propósito é fornecer acesso à saúde de qualidade para as pessoas, e nos apoiamos em um modelo de marketplace para fazer isso acontecer. Mas o core de Saúde iD é focar na experiência como um todo: no cuidado, na coordenação desse paciente”, ressalta Lenk.


“Por isso, nosso foco também está em oferecer uma jornada high touch e suportada pelos nossos motores de recomendação, pelos quais conseguimos sugerir alguma ação para o usuário poder cuidar de sua saúde.”



Gestão eficiente da saúde


A empresa é a primeira healthtech brasileira nesse modelo de negócio, mas já nasceu com um diferencial: os quase 100 anos de experiência herdados do Grupo Fleury, referência no mercado e presente em diversos estados.


Essa credibilidade fez com que o negócio fosse lançado já um passo à frente, tornando-se competitivo e capilarizado, com acesso a toda a cadeia de saúde.


Por isso, embora tenha pouco mais de um ano, a plataforma já se consolidou como uma importante alternativa à maneira tradicional de ofertar e consumir serviços no setor, que, na visão do CEO, está longe da ideal.


“Para os consumidores, não é algo intuitivo e fluido, com valores que cabem no bolso. Não é simples achar e agendar uma consulta ou exame, há pouca ou quase nenhuma visibilidade dos melhores preços, as opções e condições de pagamento são limitadas, fazendo com que a conveniência e a experiência deixem a desejar”, avalia.


Do lado dos fornecedores, segundo Lenk, muitas vezes existe ociosidade de operações, chegando a 56% de taxa de ocupação no período da tarde, além de grandes custos fixos. “Isso tudo torna a rentabilidade um verdadeiro desafio. Queremos resolver esse problema.”


Bom para os clientes


A fim de mudar esse cenário, a atuação da Saúde iD é no sentido de que haja ganhos nas duas pontas do processo.


Para os usuários, são oferecidas consultas em telemedicina – que são convenientes, podem ser agendadas com rapidez e têm menor custo –, com médicos com padrão de qualidade Fleury.


Nos exames, também com valores acessíveis, a compra e o agendamento não têm burocracia, podendo ser feitos inclusive por WhatsApp.


As cirurgias seguem um formato de pacote completo: após passar por avaliação médica quanto à sua elegibilidade, o paciente paga um valor fechado, que já contempla todo o pacote necessário para a operação, desde as primeiras consultas e exames até o acompanhamento e os remédios do pós-operatório.


As parcerias firmadas pela plataforma também somam novas possibilidades para os clientes. Uma das mais recentes, com a Dr. Cash, startup que financia procedimentos médicos e estéticos, por exemplo, amplia as formas de pagamento para quem precisa dividir o valor em mais parcelas.


A união das duas empresas, inédita no segmento, permite, desde que o paciente seja elegível, o parcelamento de cirurgias entre R$ 1,5 mil e R$ 15 mil em até 24 vezes.



E bom para os negócios


Para as empresas cadastradas no marketplace (médicos conveniados também devem ter CNPJ), Lenk destaca uma série de ganhos relevantes. Ter todos os produtos e serviços consolidados em um único lugar é um dos principais.


“O nosso parceiro não precisa criar um canal de vendas, gastar com marketing e afins, para trazer um novo cliente. Saúde iD faz isso. Consequentemente, é uma nova fonte de receita”, comenta.


O já citado preenchimento de horários ociosos é outro diferencial importante. “Muitos laboratórios, por exemplo, ficam vazios na parte da tarde. A gente consegue oferecer esses horários com preços mais competitivos. Quando preenchemos a agenda, estamos dando também uma receita incremental”.


Outra vantagem é que o próprio fornecedor tem liberdade para determinar os preços que serão ofertados na plataforma.


Com relação a meios de pagamento, a plataforma possui um grande portfólio, que nem toda empresa pode oferecer. Há ainda a geração de dados de Analytics para o parceiro, sobre como ele se posiciona no mercado e o perfil do seu consumidor, para que possa construir suas estratégias.


Para seguir evoluindo em todas essas frentes, Lenk conta que o negócio se inspira no caminho trilhado por grandes marketplaces de outros setores. “Acreditamos na força do nosso marketplace para resolver o problema de acesso à saúde, assim como grandes cases de sucesso fizeram em outros mercados”.


Exemplo disso é a facilidade com que a plataforma conecta hospitais, clínicas e laboratórios ao Saúde iD, já que todo o cadastro é feito de forma rápida e 100% online.


“O business de hospedagem, por exemplo, foi totalmente alterado com a chegada do Airbnb, por meio de um marketplace, conectando proprietários e hóspedes. Mobilidade, a mesma coisa, com os aplicativos de transporte. O varejo, com a Amazon ou o Mercado Livre. O que elas têm em comum? Acesso e fluidez na jornada, mais clareza da compra, benefícios também para quem está oferecendo serviços”, diz. “É isso que queremos fazer com a saúde no Brasil”, finaliza o CEO da Saúde iD. Para mais informações sobre a plataforma, é só acessar o site http://www.saudeid.com.br.



Conteúdo publicado originalmente pela Exame Solutions.


Você já segue Belém Negócios no Instagram?


Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page