top of page

NFT. Palavra Do Ano 2021 E A Expectativa Para 2022


NFT. Palavra Do Ano 2021 E A Expectativa Para 2022
Marcos Vinícius Rego

"Vejo o NFT como um meio e não como o todo"


O dicionário Collins, em sua já tradicional escolha da palavra do ano, escolheu “NFT” (Non-Fungible Token) como palavra de 2021. Como o próprio nome já diz, trata-se de um certificado digital único, que por meio da tecnologia blockchain é usado para registrar a propriedade de um ativo como uma obra de arte. Se 2021 foi o ano de sua popularidade, o que esperar desse tema em 2022?


Longe de mim fazer especulações e previsões, até porque não possuo tais dons, mas vejo 2022 como um ano em que o NFT será a maior ferramenta de atração do público jovem ao mercado de artes e de economia criativa como um todo. No entanto, confesso ainda ser um pouco avesso à ideia de que o NFT está em seu auge. Em minha visão, na verdade, este encontra-se no início de uma longa jornada, cujo percurso pode, inclusive, mudar drasticamente a sua usabilidade.


Vejo o NFT como um meio e não como o todo. Digo isso porque muitos acham que o mesmo ameaça o mercado de artes tradicionais - ao tornar a arte digital mais atrativa e acessível - quando na verdade este irá facilita-lo, expandi-lo, aprofundá-lo e valorizá-lo, trazendo mais segurança, praticidade e transparência para o processo de comercialização, colecionismo e até mesmo exposição de arte, principalmente no mercado de arte convencionais. Muitos ainda não veem isso porque estão vislumbrados com apenas uma das usabilidades do NFT.


Acredito que o NFT vai continuar presente em leilões milionários, mas esse não será seu principal mercado dentro da economia criativa. Sua maior presença será em itens colecionáveis de baixo e médio custo (itens de jogos, vídeos e memes colecionáveis, lances esportivos, posts personalizados, cards exclusivos, acessórios do metaverso, etc.), o que não diminui seu poder e sua lucratividade, pelo contrário, mudarão drasticamente os relatórios financeiros de pessoas, marcas e empresas que souberem utilizá-lo da forma correta.


Ainda há muitos pontos a serem discutidos para aperfeiçoar o NFT, dentre os mais importantes está o seu alto impacto ambiental (associado à grande demanda de peças e materiais tecnológicos para dar suporte à tecnologia blockchain e ao processo de mineração de criptomoedas). Além disso, aspectos como jurídico, ético, financeiro e cultural também serão levantados e discutidos ao longo do caminho a ser percorrido pela tecnologia. Caminho esse que, acredito, transformará tal tecnologia no “Cartório do Futuro”.



bottom of page