top of page
Belem-negocios-connection.gif

Negócios de impacto podem receber até R$500mil em plataforma de empréstimo coletivo

Com inscrições abertas até 31 de março, a chamada permitirá que empreendedores de iniciativas selecionadas captem entre R$100 mil e R$500 mil, impulsionando suas atividades e impactos



Negócios que atuam em prol do desenvolvimento sustentável de suas atividades e regiões, com responsabilidade ambiental e social, já podem se inscrever na 1ª Chamada para investimento de impacto de 2023 da Sitawi Finanças do Bem, junto ao Instituto Sabin. Unindo quem acredita em mudanças positivas com quem age diariamente para realizá-las, mas não tem acesso ou condições de cumprir com as exigências de instituições financeiras tradicionais, a Sitawi, um dos atores mais ativos no ecossistema de impacto do país, convoca empreendedores de todo o país que queiram alavancar suas atividades e impactos.


Instituída pelo Instituto Sabin, importante parceiro estratégico da Sitawi, a chamada, com prazo até 31 de março, irá selecionar empreendimentos de todo o Brasil aptos a captar entre R$100 mil e R$500 mil em uma rodada de investimento na Plataforma de Empréstimo Coletivo da Sitawi.



Os empreendedores interessados devem acessar o site https://emprestimocoletivo.com.br/financiamento/ e preencher a inscrição. Além do acesso aos recursos que precisam, a Sitawi fornece aos negócios acompanhamento e apoio na estruturação financeira para garantir o pagamento do empréstimo coletivo.


“Queremos aproximar, cada vez mais, o Investimento de Impacto do dia a dia das pessoas. Para além da possibilidade de captação de recursos financeiros, consideramos essencial a etapa de acompanhar e desenvolver os negócios que chegam até a nossa Plataforma. Através da análise do modelo de negócios, governança e do apoio na construção de novas estratégias e mensuração de impacto, por exemplo, conseguimos fortalecer os negócios que captam com a gente, possibilitando ampliação do seu impacto socioambiental positivo para o mundo”, reforça Thiago Grandi, coordenador de Investimento de Impacto da Sitawi.


Outros atrativos para os empreendedores sociais incluem a possibilidade de carência de até 6 meses e até 42 meses para o repagamento. O empréstimo coletivo possibilitará que os negócios tenham acesso a crédito a juros (selic + 2% a.a.*), mais baixos que os praticados no mercado. Para participar, além de contar com negócio viável e capacidade de pagamento do empréstimo, as organizações devem possuir CNPJ e serem voltadas para algum impacto positivo, sem restrição de tema (social, ambiental, entre outros)


“Em um ano de incertezas econômicas e dificuldade de crédito para o empreendedor brasileiro, a Plataforma Sitawi se mostra relevante em duas frentes especiais: ao fortalecer negócios de impacto socioambiental que passam a acessar capital para sua consolidação e crescimento; e ao estimular a cultura de investimentos que geram impacto social no Brasil”, declara Gabriel Cardoso, gerente-executivo do Instituto Sabin.


Prestes a completar 15 anos de pioneirismo e inovação no ecossistema de impacto e filantropia, a Sitawi já mobilizou através de todas as suas frentes de atuação (Investimento de Impacto, Gestão de Filantropia, Finanças de Conservação e Clima, e Fundos Patrimoniais) mais de R$ 365,5 milhões para 2.640 iniciativas voltadas para as mais diversas causas em todo o país, impactando positivamente, através de seus parceiros, mais de 12 milhões de pessoas. Só na Amazônia mais de 1 milhão de hectares foram preservados graças às ações e programas de fomento ao desenvolvimento sustentável da região.


Veja também:

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page