top of page
Belem-negocios-connection.gif

Navio com mais de 2 mil turistas aporta em Belém; saiba mais

O MSC Poesia, um dos mais imponentes do segmento global de cruzeiros, trouxe 2.163 passageiros


Navio 2 mil turistas aporta Belém
Navio MSC Poesia. Foto: Divulgação

O maior navio da temporada de cruzeiros do Pará chegou na manhã dessa segunda-feira, 18, no Terminal Hidroviário e Turístico de Icoaraci, Distrito de Belém. O MSC Poesia, um dos mais imponentes do segmento global de cruzeiros, trouxe 2.163 passageiros. É a primeira vez que a MSC Cruzeiros, considerada operadora de luxo, atua no norte do país.


Os turistas foram recepcionados com uma apresentação cultural de carimbó, uma forma de dar boas-vindas aos visitantes. O receptivo foi organizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur). O navio chegou por volta das 6h e, ao desembarcarem, os turistas seguiram para um city tour pelos principais pontos turísticos da capital paraense, que tiveram horário diferenciado para atender aos grupos.


No roteiro estavam o Mercado do Ver-o-Peso, Forte do Presépio, Espaço Cultural São José Liberto, Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, Museu de Arte Sacra, Theatro da Paz e Parque do Utinga. Além destes equipamentos turísticos, está previsto um passeio de barco a Boa Vista do Acará. Antes de ancorar em Belém, o navio passou por Alter do Chão, em Santarém, no oeste paraense.


"Estamos entusiasmados em receber e mostrar aos visitantes a hospitalidade e a beleza da nossa região, na esperança de que levem consigo memórias encantadoras e a vontade de retornar em breve. A Setur está construindo uma parceria duradoura e mutuamente benéfica entre nossa cidade e a indústria de cruzeiros. Quando o navio seguir para seu próximo destino, os passageiros levarão consigo lembranças preciosas de Belém e da Amazônia, a capital da COP 30", pontua o secretário-adjunto de Estado de Turismo, Lucas Vieira.


Para os empreendedores locais, a chegada do navio representa uma oportunidade de negócios e também uma chance de mostrar o que a cidade tem de melhor. Os cruzeiros movimentam a economia que gira em torno do turismo, como a gastronomia, a produção cultural, a cerâmica marajoara, chocolates regionais e outros produtos artesanais.


Roteiro - A Estação das Docas abriu mais cedo para receber os turistas. No local, os visitantes foram recebidos por dançarinos e convidados para uma roda de carimbó. Também estava no roteiro o Parque Estadual do Utinga, complexo administrado pela Organização Social Pará 2000.


“A Estação das Docas está preparada para receber turistas de todo o mundo. Somos um complexo com atrativos variados, que conta com um mix de restaurantes e lojas, além de sorveterias, lanchonetes, cafeterias e serviços. Aqui o visitante também interage com a cultura do nosso Estado, além de contar com nossa comunicação visual e monitores trilingues", destaca Ruan Rocha, diretor presidente da OS Pará 2000.


Como parte do roteiro de visitação, o Espaço São José Liberto, uma referência cultural, turística e do patrimônio arquitetônico de Belém, também foi contemplado com as visitas. No local os turistas conheceram o Jardim da Liberdade, a cela Memorial Cinzeiro, lojas de comercialização de joias artesanais, a Casa do Artesão, o anfiteatro Coliseu das Artes e o Museu de Gemas do Pará.


Cruzeiro - A viagem teve início no porto de Civitavecchia, na Itália, no dia 4 de janeiro, e já visitou destinos na Europa e África antes de chegar ao Brasil, onde já passou pelo Rio de Janeiro e Salvador, e agora percorre o norte do país. Após o Brasil, o navio partirá para destinos no Caribe como Barbados, Santa Lúcia, Martinica, República Dominicana e Bahamas. Ao todo serão 121 dias de duração.


Jornal do Brasil


Leia Mais:

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page