top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Modernização do aeroporto internacional de Belém: investimento será de R$ 450 milhões

A NOA é a concessionária responsável pelo espaço desde setembro de 2023 e dará início às obras de modernização do aeroporto no início do próximo semestre


Aeroporto Belém modernização investimento R$450 milhões

A diretriz de crescimento do novo Aeroporto Internacional de Belém foi apresentada por representantes da empresa Norte da Amazônia AirPorts (NOA) ao governador do Pará, Helder Barbalho e à vice-governadora e presidente do comitê estadual da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 30), Hana Ghassan, nesta quinta-feira, 25, na sede do Palácio do Governo. A NOA é a concessionária responsável pelo espaço desde setembro de 2023 e dará início às obras de modernização do aeroporto no início do próximo semestre, que somam um investimento de R$ 450 milhões. A previsão é que a entrega ocorra antes da realização da Conferência, que acontecerá em Belém, em novembro de 2025. 


A modernização do espaço é uma das ações contidas no pacote de obras que visam melhor preparar a cidade para a realização da 30ª edição da Conferência das Partes sobre o Clima, maior evento de debate político ambiental do planeta e, mais que isso, deixar legados à sociedade paraense. 


Entre os investimentos está o desenvolvimento de áreas para serviço de exploração dentro do sítio aeroportuário onde serão oferecidos serviços à população.

"O Aeroporto Internacional de Belém irá possibilitar uma nova experiência ao usuário, como a elevação do nível de qualidade do serviço para o passageiro e sempre lembrando que o aeroporto é estratégico no espaço urbano de Belém, então a ideia é que ele sirva não só para o passageiro, mas que seja também uma opção de lazer e entretenimento para a população  de Belém", garantiu o governador do estado, Helder Barbalho. 

Desde que assumiu a concessão, o Governo do Estado e a NOA, juntos, vêm construindo o processo de modernização do espaço, como explica o diretor executivo financeiro da NOA Airports, Artur Costa. 


"A concessionária já iniciou a fase de investimento, contratando as empresas para a elaboração do projeto e agora a escolha da empreiteira para fazer as obras. A parceria com o Governo do Pará é fundamental para que as coisas aconteçam de forma mais rápida e menos burocrática. Muito além da exploração do terminal de passageiros, a concessão nos trouxe áreas passíveis de exploração. A gente está falando desde a parte hoteleira até desenvolvimento, áreas para colocar novos projetos de desenvolvimento econômico para a cidade", finalizou o diretor. 


Ainda em 2023, o integrante do Conselho Administrativo do grupo Agemar, o controlador da NOA, Fábio Fischer, informou a celeridade que será dada pela nova gestão a fim de entregar, antes do evento ambiental, uma nova estrutura. “A entrega do cronograma de ações planejadas para o aeroporto de Belém será antecipada em quase um ano. Em abril de 2025, já teremos um novo espaço entregue pela nova gestão”, afirmou o conselheiro.


Entre as intervenções práticas no local estão:

  • readequação de pistas;

  • ampliação do terminal de passageiros;

  • modernização no fluxo de passageiros;

  • automatização do sistema;

  • upgrade na segurança viária, entre outros.


Também participaram da reunião os integrantes do Comitê Estadual da COP 30, Dr. Ivaldo Ledo, Dra. Brenda Maradei e Dra. Claudia Valente e o secretário de Transportes do Estado, Adler Silveira.


Com informações da Agência Pará




Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page