top of page
Belem-negocios-connection.gif

Governo Anuncia Programa Que Facilita Entrada De Brasileiros Nos EUA

Programa que facilita entrada nos EUA é liberado para brasileiros



  • Como entrar nos Estados Unidos legalmente

  • Como fazer para entrar nos Estados Unidos

  • Como faço para entrar nos Estados Unidos


O Brasil agora integra o Global Entry, programa do governo americano que facilita o processo de entrada de viajantes nos Estados Unidos. Anúncio foi feito pelo governo federal nesta segunda (7).


Em nota conjunta, a Casa Civil da Presidência da República e os ministérios das Relações Exteriores, da Economia, e da Justiça e Segurança Pública informaram que a simplificação já está disponível para brasileiros.


Em 2020, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), as primeiras regras para a adesão do Brasil ao programa americano. Após a conclusão da fase de testes quando foi analisado “necessidades técnicas e operacionais” e o sistema eletrônico de cadastros, o Global Entry foi ativado para a participação de brasileiros que atendem aos pré-requisitos dos EUA.


Global Entry é o programa do governo americano que permite a liberação rápida no controle do passaporte, no momento da chegada aos EUA. O projeto é administrado pela Autoridade de Aduanas e Proteção de Fronteiras daquele país (CBP, na sigla em inglês) e dele participam, atualmente, 11 países: Alemanha, Argentina, Colômbia, Coreia do Sul, Índia, México, Panamá, Reino Unido, Suíça, Singapura e Taiwan.


O programa simplificado para entrada de brasileiros nos EUA deve estimular contatos empresariais, interação cooperativa e turismo, além de fortalecer as relações entre os dois países.


Como entrar nos Estados Unidos através do programa Global Entry


Os viajantes brasileiros interessados já podem fazer sua inscrição pela plataforma do programa, disponível no link.


Para participar, os viajantes interessados devem ser aprovados pela autoridade aduaneira americana, após pagarem taxa de inscrição e cumprirem o processo de registro e avaliação prévia. Depois da aprovação, é possível concluir o trâmite de ingresso nos EUA em aeroportos selecionados, de maneira desburocratizada, por meio de quiosques automáticos, com menor fila.


O Global Entry não põe fim à exigência de visto. O site do Departamento de Segurança Nacional americano ressalta que o programa é voltado para “passageiros pré-aprovados e de baixo risco”.


Quer saber mais? Siga o Belém Negócios no Instagram e no Google News.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page