top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Fintech vai investir em microempreendedores das periferias de Belém

Atualizado: 29 de jun. de 2021

1,8 milhões já estão sendo investindo em pequenos negócios e logo chegará a vez dos bairros periféricos de Belém.


Fintech vai investir em microempreendedores das periferias de Belém
Fintech vai investir em microempreendedores das periferias de Belém

Uma nova fintech pretende ser o ‘banco do desenvolvimento’ dos micro e pequenos empreendedores que atuam em favelas por todo o país, aonde o crédito formal ainda não chegou.


Em entrevista para a revista Valor Investe, Gilson Rodrigues, coordenador nacional da G10 Bank, disse que “A ideia é ser a maior rede de apoio aos micro e pequenos negócios nas favelas brasileiras”.



O projeto não é tão novo assim. Durante anos Rodrigues fez vários estudos sobre o mercado criativo situado em comunidades das grandes metrópoles e afirma que existe um mercado promissor para explorar.


Rodrigues pretende levar a “inclusão financeira para comunidades pobres, com todo um rol de serviços como cartão de crédito, maquininhas de captura de transações, empréstimos e poupança”.


O banco digital G10, sob o conceito de economia circular nas comunidades, tem potencial de criar uma estrutura que permitirá fornecer crédito e conta de pagamento. Todos os trâmites que são necessários para obter a licença para atuar como uma Empresa Simples de Crédito (ESC) estão sendo avaliados pelo BC, com a consultoria da Focaccia, uma equipe de advogados especializada em bancos digitais, fintechs e meios de pagamentos.


A G10 Bank inicia com um valor de 1,8 milhões de capital. A fase piloto do projeto se dará na comunidade de Paraisópolis, São Paulo, dentro de quatro a seis meses. A expectativa é que o novo banco digital atinja cerca de 100 mil pessoas, incluindo 14 mil pontos de comércio, somente nesta região da capital paulista.


Segundo Rodrigues, a intenção é depois escalar o modelo para a favela de Heliópolis, em São Paulo, a Rocinha e Rio das Pedras, no Rio, e outras comunidades como no Pará, Pernambuco, Amazonas, Maranhão e Distrito Federal.

留言


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page