top of page
Belem-negocios-connection.gif

Empresa leva tecnologia à Amazônia para preservação ambiental e inclusão digital

Projeto usa conectividade e capacitação das comunidades locais para gerar desenvolvimento sustentável em regiões remotas do Norte do país


A Huawei anunciou a segunda fase de seu projeto Tech4Nature, que visa utilizar inovações tecnológicas digitais para a preservação do meio ambiente e desenvolvimento econômico.


Com o tema "Conectividade: Caminho para um Futuro Mais Inclusivo na Amazônia”, a empresa detalhou o plano para abastecer a região com soluções que ajudam a proteger a floresta, promover inclusão digital e impulsionar a economia local.


O projeto faz parte da iniciativa global carro-chefe da Huawei, TECH4ALL com o objetivo de apoiar a construção de um mundo mais inclusivo e inteligente, no qual a tecnologia esteja a serviço de resolução de problemas em quatro grandes áreas: meio ambiente, educação, saúde e desenvolvimento de zonas rurais.


"O TECH4ALL é importante porque promove o desenvolvimento sustentável local e leva conectividade para onde não tem. Temos uma preocupação muito grande com o meio ambiente, que faz parte do ecossistema que nós precisamos ajudar a preservar não apenas no Brasil, mas no mundo todo", comenta Atilio Rulli, vice-presidente de Relações Públicas na Huawei para América Latina e Caribe.


De 2024 a 2026, a Huawei cooperará com a União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês) para implementar um projeto de proteção ambiental na área da foz do Rio Amazonas, no estado do Pará.


"Nós vamos capacitar as pessoas da região para que usem a ciência e a tecnologia como forma de prevenção de queimadas e de proteção da flora e da fauna locais. Dessa forma, os próprios habitantes vão participar ativamente do projeto, gerando conhecimento, ciência e inclusão digital", completa Rulli.


Ele explica que a tecnologia será usada, por exemplo, para monitorar a mudança de temperatura e do nível das águas da região, através de inteligência artificial, câmeras e sensores inteligentes, entre outras aplicações que ajudam a detectar anomalias ambientais.


Inclusão digital

O evento reuniu ainda representantes da IUCN e executivos da operadora Veloso Net, parceira da Huawei no projeto que leva inclusão digital à Região Norte.


Juntas, as empresas desenvolveram, nos últimos anos, redes de telecomunicações para conectar a população do Amazonas. Resultado: pela primeira vez, 30% dos residentes do estado passaram a ter acesso à internet 4G.


"A banda larga móvel é o maior instrumento para inclusão digital que existe. A conectividade move a economia local, permitindo a comercialização de dispositivos, e ajuda a minimizar os abismos digitais. Para isso, é fundamental investir também na capacitação do uso da tecnologia", finaliza o executivo da Huawei.


A parceria da empresa com a Veloso Net consistiu na instalação de redes de banda larga em comunidades e em cidades localizadas ao longo do Rio Solimões, com extensão de 1,7 mil quilômetros, partindo de Tabatinga (AM), cidade próxima à fronteira com a Colômbia, até Manaus, capital do estado brasileiro do Amazonas. EXAME


Leia Mais:

  • Descubra um novo jeito de fazer network e desenvolver novas habilidades com a Comunidade Belém Negócios

  • Faça parte do BlackStage, mentoria empresarial inédita no Norte do Brasil

  • Acompanhe todas as notícias do Belém Negócios, entre para o Grupo no WhatsApp

  • Belém Negócios lança iniciativa Oficina de Negócios, um ambiente exclusivo para quem quer começar a sua própria empresa



コメント


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page