top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Em assembleia, motoristas de Belém apresentaram novo aplicativo de corrida

Em assembleia geral, motoristas de aplicativo da grande Belém instituíram a CMGB (cooperativa de mobilidade), apresentaram uma nova plataforma de transporte de passageiros e receberam o apoio de empresas e políticos


Motoristas de Belém apresentam um novo aplicativo que será lançado em breve
Fernando Canto, presidente da CMGB (Cooperativa de Mobilidade Grande Belém)

No dia 26 de junho (sábado) aconteceu a primeira assembleia da @cmgb.cooperativa, onde a diretoria e o conselheiro fiscal, ambos formados apenas por motoristas de aplicativo, se reuniram para apresentar o estatuto da cooperativa e receber a assinatura de seus primeiros cooperados.


"Graças aos envolvidos e, principalmente, aos motoristas que compareceram à nossa primeira assembleia, conseguimos criar a CMGB, Cooperativa de Mobilidade Grande Belém. A primeira voltada para criar soluções de mobilidade e organizada unicamente por motoristas", disse Fernando Canto, presidente interino da cooperativa (foto).



Na ocasião que ocorreu no auditório da IOPA (Imprensa Oficial do Estado), no bairro do Marco, também foi apresentado um novo aplicativo de corrida, que em parceira com o portal Belém Negócios, será desenvolvido um plano de marketing para que nos próximos dias seja feito o lançamento oficial da plataforma.


A Cooperativa tem como propósito principal ganhar o apoio dos motoristas.


"A maioria dos motoristas que vem tendo problemas com as grandes plataformas de mobilidade não quer mais ser chamada de parceiro, pois não vemos mais vantagem nenhuma nesse relacionamento", explica Paulo Amorim, diretor financeiro da CMGB. "Através das soluções que foram apresentadas no evento, queremos colocar o motorista na linha de frente das decisões, e claro, o passageiro como o centro de nossas estratégias.


Dentre as vantagens propostas e aceitas pelos motoristas presentes, Tony, criador do aplicativo paraense e também cooperado da CMGB destacou as seguintes:


1. O motorista será sócio cooperado


Todo motorista cooperado será sócio do aplicativo. Vai garantir direitos e deveres. Terá participação nos lucros de todas as atividades da empresa.


2. As principais decisões serão feitas através de voto


Os motoristas sócio cooperados irão decidir diretamente através do seu voto as principais estratégias de atuação do aplicativo e de outros produtos criados pela cooperativa.


3. Menor taxa por corrida


A taxa que será cobrada pelo aplicativo ficou fixada em 9,5% por corrida. Está é a menor taxa do mercado.

"Isso demonstra que a cooperativa não quer lucrar em cima de nenhuma parceria", defende Fernando, o presidente da cooperativa.


Motoristas de Belém apresentam um novo aplicativo que será lançado em breve
Tony, à esquerda, é o criador do aplicativo e Fernando, à direita, é o presidente da cooperativa

O lançamento do aplicativo está previsto para acontecer ainda no mês de julho. Estará disponível para IOS e Android e irá operar inicialmente na região metropolitana de Belém.

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page