top of page
Belem-negocios-connection.gif

COVID-19: O Que Sabemos Sobre A Nova Variante Africana

4 fatos sobre a nova variante que que está se espalhando e preocupando as autoridades ao redor do mundo


COVID-19: O Que Sabemos Sobre A Nova Variante Africana Que Está Se Espalhando
Imagem: Martin Sanchez/Unsplash

Uma nova variante do coronavírus que causa a Covid-19 - chamada B.1.1.529 - foi identificada na África do Sul, com autoridades dizendo que é altamente preocupante. Os temores de que a cepa pudesse alimentar surtos em muitos países e pressionar os sistemas de saúde, potencialmente evitando vacinas e complicando os esforços para reabrir economias e fronteiras, enviaram uma onda de aversão ao risco nos mercados globais na sexta-feira. Índices de ações e petróleo bruto caíram enquanto os Tesouros se reuniram. Governos de todo o mundo começaram a emitir proibições para viajantes da África do Sul e países próximos.


Aqui está o que sabemos até agora:


1. O que há de diferente nessa variante?


Os cientistas dizem que o B.1.1.529 carrega um alto número de mutações em sua proteína spike, que desempenha um papel fundamental na entrada do vírus nas células do corpo. É também o que é alvo de vacinas. Os pesquisadores ainda estão tentando determinar se é mais transmissível ou mais letal do que as cepas anteriores.


2. De onde veio isso?


Só há especulação até agora. Um cientista do UCL Genetics Institute, em Londres, disse que provavelmente evoluiu durante uma infecção crônica de uma pessoa imunocomprometida, possivelmente em um paciente sem tratamento com HIV/AIDS. A África do Sul tem 8,2 milhões de pessoas infectadas pelo HIV, a maioria do mundo. A variante beta, uma mutação identificada no ano passado na África do Sul, também pode ter vindo de uma pessoa infectada pelo HIV.


3. Quão difundido é?


Os primeiros resultados do teste PCR mostraram que 90% dos 1.100 novos casos relatados na quarta-feira na província sul-africana, que inclui Joanesburgo, foram causados pela nova variante, de acordo com Tulio de Oliveira, professor de bioinformática que administra instituições de sequenciamento de genes em duas universidades sul-africanas. No vizinho Botsuana, as autoridades registraram quatro casos na segunda-feira em pessoas que foram totalmente vacinadas. Em Hong Kong, descobriu-se que um viajante da África do Sul tinha a variante, e outro caso foi identificado em uma pessoa em quarentena em um quarto de hotel do outro lado do corredor. Israel também identificou um caso em um homem que viajou recentemente para o Malawi.


4. Como os mercados responderam?


As notícias da nova variante agitaram os mercados financeiros na sexta-feira, à medida que os benchmarks de ações caíram em toda a linha, com cíclicas e small-caps assumindo o peso da derrota. O Índice S&P 500 diminuiu 2,1%, enquanto a Dow Jones Industrial Average afundou mais de 2,5%. Os Tesouros aumentaram, com o rendimento de 10 anos caindo 13 pontos base. O iene japonês surgiu como a principal moeda de refúgio da época, com o dólar caindo. O petróleo caiu e o ouro subiu.


(Publicado originalmente pelo Bloomberg)

コメント


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page