top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Coronavírus: Pfizer e Eurofarma vão produzir vacina no Brasil

A Pfizer e BioNTech anunciaram um acordo com a farmacêutica brasileira Eurofarma para fabricação local da sua vacina contra Covid-19 e distribuição na América Latina



A fabricação das doses acabadas no Brasil tem previsão para começar em 2022 e a expectativa é que a produção anual da fabricante brasileira ultrapasse 100 milhões de doses da Pfizer.


A vacina da Pfizer/BioNTech foi a primeira a obter registro definitivo no Brasil e, segundo dados do Localiza-SUS, mais de 30 milhões de doses do imunizante já foram aplicadas no país.



A Pfizer e a BioNTech SE anunciaram a assinatura de uma carta de intenção com a farmacêutica brasileira Eurofarma para a produção local da vacina de mRNA contra a COVID-19, ComiRNAty, e distribuição na América Latina.


A Eurofarma realizará atividades de fabricação dentro da cadeia de fornecimento e rede de fabricação de vacinas contra a COVID-19 globais da Pfizer e da BioNTech, que agora se estenderá por quatro continentes e incluirá mais de 20 instalações de fabricação. Para facilitar o envolvimento da Eurofarma no processo, as atividades de transferência técnica, desenvolvimento no local e instalação de equipamentos começarão imediatamente. Segundo o acordo, a Eurofarma receberá o produto de instalações nos Estados Unidos e a fabricação das doses acabadas terá início em 2022. Em plena capacidade operacional, a produção anual deverá exceder 100 milhões de doses. Todas as doses serão distribuídas exclusivamente na América Latina.


“Todos – independentemente da condição financeira, etnia, religião ou geografia, merecem acesso às vacinas contra a COVID-19 que salvam vidas”, disse Albert Bourla, presidente e CEO da Pfizer. “Nossa nova colaboração com a Eurofarma expande nossa rede global de cadeia de suprimentos – nos ajudando a continuar fornecendo acesso justo e equitativo à nossa vacina. Continuaremos a explorar e buscar oportunidades como esta para ajudar a garantir que as

vacinas estejam disponíveis para todos os que precisam”.


“Temos aumentado continuamente a capacidade de fabricação de nossas próprias instalações e incluímos dezenas de parceiros em nossa rede global. Junto com a Pfizer, entregamos mais de 1,3 bilhão de doses e planejamos entregar 3 bilhões de doses no total até o final do ano. A parceria de hoje é um passo importante para ampliar o acesso às vacinas na América Latina e além, expandindo nossa rede de fabricação global ”, disse Ugur Sahin, M.D., CEO e cofundador da BioNTech. “Continuaremos a capacitar pessoas em todo o mundo a produzir e distribuir nossa vacina, garantindo a qualidade do processo de fabricação e das doses.”


“Em um momento tão difícil como este, poder compartilhar essa notícia nos enche de orgulho e esperança. A Eurofarma está prestes a completar 50 anos e a assinatura dessa colaboração na produção da vacina contra a COVID-19 representa mais um marco em nossa trajetória. Estamos disponibilizando nossos melhores recursos em capacidade industrial, tecnologia e qualidade para este projeto, para que possamos cumprir o contrato com excelência e contribuir com o

abastecimento do mercado latino-americano ”, disse Maurízio Billi, Presidente da Eurofarma.

コメント


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page