top of page
Belem-negocios-connection.gif

COP-30: setor turístico do Pará terá R$ 100 milhões em crédito

Os recursos poderão ser contratados para realização de obras e melhorias em serviços de hospedagem, agências de turismo, transportadoras, organizadoras de eventos, entre outros


Setor turístico Pará investimento R$100 milhões
Foto: Bruno Cecim/Ag. Pará

O Ministério do Turismo (MTur) assinou nesta sexta-feira, 10, em Belém, uma portaria que libera R$ 100 milhões do Fundo Geral de Turismo (Novo Fungetur) para financiamento de negócios do estado do Pará com vistas à preparação da 30ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP30).


Os recursos poderão ser contratados para realização de obras e melhorias em serviços de hospedagem, agências de turismo, transportadoras, organizadoras de eventos, entre outros.


De acordo com a pasta, o programa atenderá preferencialmente micro, pequenas e médias empresas inscritas no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). Em discurso, o ministro do turismo, Celso Sabino, falou da importância da área e dos empreendimentos locais para a organização da Conferência, ressaltando a necessidade de apoio direcionado às demandas dos negócios do setor.

“O Governo está aqui para entregar as ferramentas necessárias para que tenhamos uma COP não só decisiva para o planeta, mas também muito receptiva e muito hospitaleira a todos que vierem a nossa capital paraense”, afirmou Celso Sabino.

Investimentos para a COP30

A cerca de um ano e meio até a reunião da Convenção-Quadro da ONU em Belém, o volume de investimentos que chegam ao estado vem aumentando. Nesta semana, cerca de R$ 1,3 bilhão foram liberados pela Itaipu Binacional para financiar projetos de infraestrutura na capital.


Ao Poder360, o governador do Pará, Helder Barbalho informou que o total de recursos deve chegar a R$ 5 bilhões. A soma inclui o aporte da Itaipu, mais de R$ 1 bilhão oriundos do orçamento próprio do estado e cerca de R$ 2,3 bilhões ainda me negociação junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).


Ainda de acordo o governador, desse total, R$ 3 bilhões serão executados ainda este ano e os demais R$ 2 bilhões em 2025 em obras portuárias, de infraestrutura, mobilidade e hospedagem que já estão licenciadas, em fase de licitação ou em execução.


Pará Terra Boa


Leia Mais:


Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page