top of page
Belem-negocios-connection.gif

COP-30: Ilha do Combu passa por modernização na rede elétrica

A iniciativa será dividida em três fases. Investimento vai melhorar o fornecimento de energia na região e potencializar o turismo na ilha


COP-30 Combu modernização energia
Foto: Alessandra Serrão/Comus

Em maio, a Equatorial Pará iniciará as obras do trifaseamento da rede que atende a Ilha do Combu, em Belém. Com a iniciativa, que já é um investimento da distribuidora com foco na COP 30, serão construídos 32 km de rede para atender os clientes da comunidade que terão melhorias no fornecimento de energia.


De acordo com Eduardo Matos, gerente de Obras e Manutenção da Equatorial Pará, a obra será dividida em três fases e, esta primeira etapa, tem a previsão de conclusão de 12 meses.

“A rede trifásica vai substituir a atual monofásica que atende a região. Ou seja, com mais condutores elétricos, os nossos clientes na Ilha do Combu passarão a ter energia com ainda mais qualidade. Além disso, vale destacar a modernização e automação que a rede passará a ter. Em um eventual caso de falta de energia, por exemplo, conseguiremos recompor o serviço de forma mais ágil”, comenta Eduardo.


O gerente destaca, também, a importância da obra para a COP 30, que ocorrerá na capital paraense no final de 2025. O Combu deverá ser um dos locais mais visitados pelos turistas de todo o mundo, e essa melhoria de rede beneficiará tanto os clientes residenciais quanto os comerciais, como os restaurantes e hospedarias.


“A obra vai potencializar ainda mais o turismo no Combu e, com certeza, atrairá ainda mais renda para os moradores locais. É uma melhora que vai ser sentida no dia a dia da comunidade e trará benefícios para além do fornecimento de energia. Já é um movimento da Equatorial com foco na COP 30”, finaliza Eduardo Matos.


Leia Mais:




Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page