top of page

Como está o Otimismo do Empresário Brasileiro com o Desenvolvimento da Economia

Conheça empresas que não deixaram de crescer em 2022 e estão com pensamento positivo para continuarem se desenvolvendo e movimentando seus mercados em 2023



O cenário econômico mundial tem se mostrado complexo e não é dos mais amistosos e positivos para os empresários. No entanto, de acordo com o levantamento anual da consultoria PwC, realizado com os presidentes de grandes empresas, mesmo com um cenário de incertezas econômicas, 66% dos empresários brasileiros entrevistados apostam numa aceleração do crescimento do país. Depois dos empresários brasileiros, os executivos mais otimistas são os chineses (64%), os indianos (57%) e os japoneses (29%).


Em um cenário de esperança entre os empresários brasileiros, listamos algumas empresas que não pararam de se desenvolver e são o retrato de todo o otimismo econômico verde e amarelo.



Tecnologia para gestão de condomínios


A uCondo, uma plataforma de administração de condomínios, transacionou somente no estado de São Paulo mais de R$ 10 milhões em taxas condominiais. Esse crescimento não é aleatório, já que só a capital paulista tem mais de 1,38 milhão de residências verticais, sem falar dos condomínios com casas que também aproveitam esse tipo de tecnologia para promover uma melhor convivência entre todos. Atendendo mais de 900 condomínios em São Paulo e com crescimento de 50% por ano desde 2020, a plataforma pretende dobrar o número de clientes ainda no primeiro semestre de 2023, além de dobrar o valor o valor transacionado até o final do ano. As funcionalidades da plataforma permitem que as pessoas tenham mais controle financeiro, previsibilidade, transparência, reduzam a inadimplência e melhorem a comunicação e o convívio entre os moradores, com processos para todas as necessidades de funcionamento. Conectando síndicos, administradoras, moradores, porteiros e bancos em um único lugar, atualmente, a startup reúne cerca de 3 mil condomínios e mais de 240 mil moradores pelo Brasil.

Expansão do mercado de cosméticos à base de cannabis


De protetor solar a lubrificante íntimo, Barbara Arranz, especialista no mercado de cosméticos a base de cannabis, empresária do segmento e ativista do movimento em prol do uso da cannabis para o tratamento de uma infinidade de doenças e síndromes, a empresária está lançando uma nova marca de cosméticos a base da planta: a Hemp Vegan. A empresa de cosméticos naturais e veganos com efeitos terapêuticos é a pioneira em trazer para o mercado na composição de seus produtos o Canabigerol (CBG), um composto ainda pouco conhecido e utilizado para o desenvolvimento de cosméticos, além do já conhecido CDB. Fundada na Espanha em 2021, a Hemp Vegan conta com mais de 45 mil clientes espalhados pelo mundo e apesar de 90% de suas vendas serem pelo e-commerce, a marca está investindo na expansão com lojas físicas. Hoje são duas unidades uma em Madri e outra em Londres. A expectativa é que ainda em 2023 seja inaugurada a unidade da marca em Portugal.


Com crescimento acelerado StrasClinics aposta na conversão de bandeira para expandir nacionalmente


A StarsClinics, rede de franquias do segmento de saúde beleza e bem-estar tem um plano de expansão agressivo para este ano, a expectativa é inaugurar comercializar 100 novas lojas, inaugurar 50 unidades em todo território nacional e alcançar uma Receita Recorrente Mensal de R$ 1,8 milhão. A rede vem se desenvolvendo de forma constante no segmento de franchising, inaugurada em 2021, a StartsClinics faturou cerca de R$ 4 milhões no primeiro ano de operação no mercado e aposta na estratégia de conversão de bandeira, para potencializar sua expansão nacional. Para 2023, com foco na expansão da marca no Brasil, os fundadores se tornaram sócios da Fismatek, maior indústria nacional de maquinário de estética e do Grupo 300 Franchising, a maior holding de franquias do Brasil, que é responsável pelo plano de expansão da marca. Com a parceria o objetivo é fechar 2023 como o “Clube de Estética por Assinatura” com a maior capilaridade do Basil.


Estudo inédito revela o impacto da automação e digitalização para o crescimento do segmento contábil brasileiro


Um levantamento exclusivo, realizado pela HubCount em parceria com a Questor, a RSM Brasil e outras empresas do setor, mostrou que a adoção de tecnologias de automação de processos é uma ferramenta essencial para impulsionar o crescimento do segmento de contabilidade no Brasil. De acordo com o estudo “O Mercado Contábil 2022 (OMC)”, 32,5% dos escritórios autodeclarados digitais, que usam tecnologias voltadas para automatizar suas rotinas, oferecem serviços de BPO financeiro, contra 13,2% dos negócios autodeclarados tradicionais e 18,8% dos autodeclarados online, aqueles que recorrem apenas a ferramentas como whatsapp, e-mail e site. A pesquisa apontou ainda que o serviço é essencial para potencializar o crescimento dos escritórios, 31,9% das empresas que apresentam crescimento acelerado (superior a 30%) e 31% daquelas com expansão moderada (entre 15% e 30%) oferecem BPO financeiro para seus clientes.


VTEX e Nuvei fecham parceria para levar serviços de meios de pagamento digitais expandirem globalmente


A Nuvei Corporation (Nasdaq: NVEI) (TSX: NVEI), fintech canadense, provedora global de soluções para meios de pagamentos e a VTEX (NYSE: VTEX), plataforma de comércio digital empresarial global para marcas e varejistas de primeira linha, firmam parceria para oferecer soluções de pagamentos digitais personalizados e flexíveis para o comércio eletrônico em todo o mundo. Com a parceria, já disponível para os clientes da VTEX, os varejistas e marcas se beneficiam dos recursos avançados da Nuvei como a otimização da taxa de aprovação da empresa, integrações simplificadas e uma abordagem totalmente personalizada para acelerar suas receitas. O objetivo é ajudar as varejistas a acelerar o crescimento e lucratividade de seus negócios. A VTEX tem mais de 2.400 clientes e mais de 3.200 lojas on-line em 38 países. Já a Nuvei tem ampla experiência em tecnologia de pagamento local em mercados-chave como Brasil, México e Hong Kong, além de recursos de pagamento internacional que incluem acesso a mais de 580 métodos alternativos de pagamento em mais de 200 mercados.


Zendesk é a nova mantenedora do Órbi Conecta


A Zendesk, uma das maiores empresas de softwares de atendimento ao cliente no mundo, é a nova mantenedora do Órbi Conecta, principal hub de inovação e empreendedorismo digital de Minas Gerais. Com a chegada da Zendesk, o Órbi inaugura a sua 8ª vertical: Tecnologia. As outras sete frentes de trabalho são: jurídica, energia, construção, finanças, saúde, educação e mobilidade. Ao desenvolver softwares de gestão de relacionamento com o cliente (CRM) flexíveis e dimensionáveis, a Zendesk é capaz de atender às necessidades de serviço de atendimento de qualquer empresa, que passa a ter a ferramenta certa para a captação e fidelização de consumidores. A companhia conta com mais de 160 mil clientes, como Loggi, Loft, Telecine, Magalu, Slack e Airbnb, em 160 países e territórios e tem 5,45 mil funcionários em todo o mundo. “Queremos transformar Minas Gerais em um epicentro de inovação e de formação de novos talentos digitais, impulsionando uma nova geração de startups. A Zendesk, vem para colaborar com nosso propósito e oferecerá soluções tecnológicas reconhecidas globalmente para que o mercado mineiro otimize processos de vendas e atendimento ao cliente em um novo patamar”, afirma Dany Carvalho, CEO do Órbi Conecta.


Soluções tecnológicas impulsionam o desenvolvimento do mercado de viagens corporativas


Novas soluções tecnológicas estão impactando as viagens a trabalho e, consequentemente, a forma como as empresas se organizam e seus colaboradores se comportam. Investida pela Vivo e Localiza, a VOLL é protagonista do mercado de gestão de viagens e mobilidade corporativa no Brasil. Em 2022, enquanto sua plataforma já entregava aquisição de passagem aérea, reserva de hotel, locação de carro, corrida por app, lançamento de despesas e reembolsos, dentro de um único aplicativo com tecnologia própria, a agência de viagens corporativas se dedicou ao desenvolvimento do VOLL Pay, uma solução inédita no país de gestão das despesas do viajante por meio dos pagamentos pré-conciliados e instantâneos dentro da própria plataforma. O novo recurso impulsionou ainda mais o avanço da empresa, que cresceu 150% em 2022 em comparação com o ano anterior, quando faturou R$ 200 milhões, e atingiu 450 mil usuários, atendendo clientes como o Banco Itaú, PepsiCo, Estácio, Cargill e Sanofi.



IBEC e FAATESP anunciam a criação da primeira graduação em Engenharia de Custos do país


Atentos à necessidade crescente do mercado de trabalho por profissionais formados e focados em Engenharia de Custos, o IBEC - Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos e a FAATESP - Faculdade Álvares de Azevedo, anunciam a criação e lançamento da primeira graduação em Engenharia de Custos do país. Com mensalidades acessíveis, o curso tem duração de cinco anos e carga horária prevista de mais de 3 mil horas/aula. O bacharelado em Engenharia de Custos do IBEC &FAATESP já está com as inscrições abertas e com descontos especiais neste primeiro semestre de 2023. Os interessados podem se inscrever pelo site www.faatesp.edu.br.


“Estamos trazendo o que existe de melhor e mais inovador quando pensamos em ensino superior para a formação de engenheiros. A demanda pelo engenheiro de custos é algo que sempre existiu, no entanto, depois de formado em um curso tradicional, geralmente o profissional buscava uma especialização neste segmento. Queremos inovar com a graduação em Engenharia de Custos e dar a possibilidade de abertura de novos caminhos dentro da Engenharia”, afirma Paulo Dias, presidente do IBEC - Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos, diretor-geral da FAATESP - Faculdade Álvares de Azevedo e coordenador do curso de Graduação em Engenharia de Custos.


Startup de delivery de comida asiática cresce 25%so mês


Com um ano de operações e crescimento médio de 25% ao mês, a Vou de Nekô é uma startup de delivery de comida asiática, que optou pela personalização de seu serviço e conseguiu se desenvolver dentro de seu segmento muito mais do que era esperado. A startup tem como objetivo apresentar as variações da culinária da Ásia e por meio de tecnologia, digitalizar a cultura e gastronomia do oriente, criando um negócio sustentável para a entrega de alimentos. "Estamos apenas no começo. Nossa missão é mostrar que há um mundo além do sushi. Queremos empoderar os restaurantes tradicionais, gerar ganhos financeiros, garantir que as lojas fiquem abertas nos dias de chuva e colaborar para aumentar o raio de entrega desses estabelecimentos. Queremos ser o iFood da comida asiática”, finaliza Marisol Kiyoko Nakabayashi Cruz Guevara, CEO e fundadora da Vou de Nekô.

 

Conheça a Comunidade Belém Negócios. Faça networking e desenvolva novas habilidades. Siga o perfil do Belém Negócios no Instagram.

bottom of page