top of page
Belem-negocios-connection.gif

Com investimento de R$50 milhões, Pará inaugura fábrica de suplemento animal; saiba onde fica

A região foi escolhida pela localização, que permitirá uma logística mais competitiva e eficiente

fábrica de ração de animal
Foto: Integral Agroindustrial/Divulgação

Estrategicamente escolhida por conta de sua localização geográfica, Paragominas, no Pará, foi a aposta de um grupo de empresários para a construção de unidade de produção especializada em nutrição animal. Após estudos de logística, a Integral Agroindustrial inaugura uma estrutura robust. Dentre os diferenciais da nova localização estão a abundância de matérias-primas e o acesso a mercados consumidores importantes do Norte do país, como Maranhão, Tocantins e Amazonas.


Paragominas é o maior produtor de grãos no Pará, o que promete otimizar sua competitividade e eficiência no mercado, facilitando a entrada e saída dos produtos. A nova planta recebeu investimento de R$ 50 milhões, que a companhia obteve em financiamento do Banco da Amazônia.


A empresa vinha atuando na região Norte somente via centro de distribuição, que ela abastecia com a produção do Ceará. A previsão, segundo Lima, é de que a produção na nova planta chegue a até 20 mil toneladas de rações nos próximos dois anos, o que representará cerca de 20% do volume total de produção da companhia.

A Integral tem a expectativa de que a planta eleve em 10% seu faturamento. Neste ano, a empresa prevê faturar R$ 600 milhões.



empresário
Marcos Lima, diretor geral da Integral Mix
A gente conhece a região [Norte] há algum tempo e tem acompanhado toda a transformação que ocorreu desde a entrada da agricultura”, conta Marcos Lima, diretor da empresa. Em junho, iniciaremos com 100 empregos diretos. A cada emprego direto, quatro serão gerados indiretamente, resultando 500 empregos ao todo, explicou Marcos.

A Integral tem fábricas em Paulo Afonso (BA) e em Lindóia (SP), além da unidade matriz, em Fortaleza. A nova unidade também vai fabricar rações para pets, um dos principais mercados que a Integral quer atender na região.



“Existe uma concentração muito baixa de indústrias produzindo ração para pets no Norte do país. Por isso, esse é um mercado que tem um potencial grande de volume e que tem uma concorrência interna menor do que a que a gente encontra em outras regiões”, afirma o diretor.


Outro segmento no radar da Integral na região Norte é o de piscicultura, que também consome farinhas de origem animal. De acordo com o executivo, a empresa “enxerga um potencial produtivo fantástico porque o Pará tem muitas reservas de água doce e uma piscicultura que precisa e pode ser fomentada”.


A empresa chega à região Norte para atuar como uma indústria transformadora de grãos e farinhas já produzidos na região, transformando em alimentos e atuando como um braço fomentador de atividades ligadas à produção animal, ou seja, pecuária, piscicultura, criação de equinos, aves, suínos e até mesmo produzindo alimentos para pets, como cães e gatos.


A operação de produção inicia agora em Paragominas, e temos como oportunidades de crescimento o próprio estado do Pará, que traz muitas possibilidades de negócios. E a gente vai atuar também no estado do Tocantins, a partir de Paragominas, portanto, a gente consegue ter uma participação maior nesse estado, que também tem grande potencial produtivo. E o estado do Maranhão também vai ser atendido a partir dessa unidade”, afirma Marcos Lima, diretor da Integral Agroindustrial.

Com informações da Compre Rural e Globo Rural


Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page