top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

CEO da Cachaça Indiazinha vai falar sobre como inovar na Amazônia em evento da plataforma Belém Negócios

O evento é gratuito para membros da Comunidade Belém Negócios e aberto à participação do público mediante aquisição de ingresso; saiba mais


Omilton Quaresma, CEO da Cachaça Indiazinha. Foto: Divulgação

Com cachaças de Guaraná, Banana, Açaí e Jambu no catálogo, a marca de bebidas Indiazinha ganhou destaque em todo o Brasil. O fator "inovação", ao agregar a dormência do jambu a algo tão comum quando a cachaça, foi o que fez a diferença no sucesso da marca paraense.


A respeito da inovação, o fundador da empresa, Omilton Quaresma, afirma que a Amazônia é um celeiro de oportunidades para quem deseja inovar. "Na Amazônia temos um celeiro de oportunidades com relação a sua biodiversidade. Pra mim inovar com os bioativos é colocar a criatividade na marca, em novas fórmulas, produtos, embalagens, rótulos, etc. Só não pode fazer igual todo mundo".


A bebida de jambu está presente em todo o estado do Pará e em quase todos os estados do Brasil. O sócio fundador afirma que os planos são para continuar inovando e anunciou, em primeira mão ao Belém Negócios, que novidades virão ainda este ano. "A marca Indiazinha é fabricada em nosso parque industrial, ou seja, temos a fábrica e aqui podemos constantemente melhorar algo. Bem como, criar novos produtos. Além disso, sempre estamos atentos as tendências de mercado. Inclusive, vem novidade em Maio ou Junho".


Omilton Quaresma estará na Oficina de Negócios - Jornadas Sustentáveis no mês de abril. O evento é voltado para a capacitação e incentivo de inovação, atração de investimentos e desenvolvimento de sustentabilidade nas empresas paraenses com foco na COP-30. A iniciativa da plataforma Belém Negócios conta com palestras definidas até julho deste ano, abordando temas como ESG na Amazônia, Mudanças Climáticas e os Negócios, Sustentabilidade no Digital e muito mais.


O evento conta com a parceria da Leal Moreira, líder em construção  de condomínios de luxo no Pará; Agropalma, maior produtora de Óleo de Palma sustentável das Américas; e Consulting Now, empresa de consultoria empresarial especializada em alavancagem de resultados e reorganização de empresas de pequeno e médio porte.


O fundador da Destilaria de Cachaça da Amazônia falará sobre "Como Criar um Produto Inovador" no próximo dia 18, a partir das 19h, no auditório do Ed. Metropolitan Tower. O empresário compartilhará a sua experiência a frente de uma empresa da Amazônia e como é possível inovar a partir de bioativos existentes na Região.


O evento é aberto à participação do público e as inscrições podem ser realizadas no site das Oficinas de Negócios.


"Espero que o público tenha fome de conhecimento e seja desinibido para perguntar, elogiar e criticar. Vou palestrar este dia, porém não perco nenhuma oportunidade de aprender. Acredito que nós, seres humanos, nunca saberemos tudo e gosto de saber que sou um aprendiz até meu último dia na terra", comenta o CEO a respeito da expectativa para o evento.


A Oficina de Negócios é o momento ideal para expandir a sua rede de contatos e se conectar com empresas que buscam por desenvolvimento na caminhada até a COP-30 em 2025.


Confira a programação:

  • 19h: Abertura com Rodrigo Souza

  • 19h: Participação da Sectet

  • 19:50h: Cofeebreak

  • 20h: Criação de marca e produtos inovadores na Amazônia, com Omilton Quaresma 

  • 21h: Network


Confira fotos dos eventos passados:




Sobre a marca Indiazinha

A marca de bebidas Indiazinha foi inaugurada em 2015, através da construção de uma fábrica no município de Abaetetuba, famoso pelo histórico na destilaria. "Abaetetuba já foi considerada, no passado, a terra da cachaça. Houveram muitos engenhos nas ilhas, que foram descontinuados. Então, decidimos instalar uma destilaria para produzir bebidas em Abaetetuba. Com isso, também queríamos fazer um resgate histórico e cultural na região", explica o sócio fundador e membro da Comunidade Belém Negócios, Omilton Quaresma.


Formado em Engenharia Química, Omilton explica que a fábrica é equipada com o que há de mais moderno em tecnologias de fermentação e destilação para produzir as cachaças de Guaraná, Banana e Açaí. O empresário detalha que a bebida de Jambu é a que tem mais destaque entre os compradores. "A bebida de jambu tem um destaque maior. Quem vai visitar alguém fora do estado geralmente leva um presente e eu posso dizer que depois do açaí, a bebida de jambu é o que mais representa o Pará".


Omilton Quaresma afirma que os planos para o futuro são de expansão nacional. "Nesse momento, o nosso plano é uma expansão mais forte nacional para fazer com que os consumidores conheçam mais a 'Indiazinha Jambú', já que é uma bebida bem inovadora, além de representar bem o Pará, Abaetetuba e toda a região amazônica".


Leia Mais:






Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page