top of page
central-cop-30-belem-2025.gif

Belém é sede de evento inédito no Norte do país; confira

O Mercado das Indústrias Criativas começa nesta quarta-feira (8), a partir das 19h, no Hangar

Grupo Suraras do Tapajós, uma das atrações de abertura do MIC BR, em Belém

A abertura do Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MICBR)/ 2023 será nesta quarta-feira, 8, a partir das 19h, com espetáculo inédito, trazendo o grupo Suraras do Tapajós, Gang do Eletro, Manoel Cordeiro, Patrícia Bastos, Djuena Tikuna, Aíla, DJ Méury, Victor Xamã, e Uapi - Amazônia Percussiva, que farão um resgate da música ancestral amazônica, do carimbó a guitarrada, e do brega à arte contemporânea indígena.


O evento cultural, que acontece no Hangar Convenções & Feiras da Amazônia, é uma realização é do Ministério da Cultura (MinC) e Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), e conta com o apoio institucional da Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) e Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem).


A programação vai durar três dias e conta com diversas opções gratuitas para o público, como shows, oficinas, painéis, atrações artísticas, exposições e feiras, além de uma cozinha show, onde o público terá a oportunidade de conhecer a culinária paraense e aprender a cozinhar pratos típicos diversos, em dois horários diferentes no período de quinta-feira, 9, até sábado, 11.


No próximo sábado, 11, quando encerra o MICBR, no Hangar, terá apresentação do Nação Zumbi, Vale Música Belém e La Bom Del Tiempo, músicos argentinos que se apresentam com os mestres Curica, Solano e Luê.


Já no domingo, 12 de novembro, o Mercado se desloca para o centro histórico de Belém, para uma programação imersiva em 30 espaços criativos do projeto Circular Campina Cidade Velha, das 8h às 20h. A programação completa será divulgada no site do projeto Circular.


Reuniões de negócios

São aguardados, aproximadamente, 450 empreendedores que participarão das rodadas com perfis de compradores ou vendedores, realizando cerca de 2 mil reuniões de negócios ao longo dos três dias. A estimativa é que sejam gerados 20 milhões de dólares em negócios até o final de 2024, como desdobramento das rodadas de negócios do MICBR 2023.


“Os participantes são brasileiros, argentinos, chilenos e personalidades do mercado cultural mundial que vêm conhecer a Amazônia brasileira com toda a pujança que ela tem pra mostrar”, ressalta o secretário de Economia Criativa e Fomento Cultural, Henilton Menezes.

Ao todo, 13 áreas de atuação do setor cultural foram contempladas, sendo artesanato (21%), audiovisual & animação (21%), circo (20%), dança (20%), design (20%), editorial (20%), hip hop (20%), jogos eletrônicos (15%), moda (20%), museus & patrimônio (20%), música (21%), teatro (21%) e áreas técnicas (21%).


No Norte, 42 empreendedores foram selecionados em edital, sendo 32 do Pará, 3 do Amazonas, 4 do Amapá, 2 do Tocantins e 1 do Acre, representando cerca de 16% dos selecionados por região.


Negócios

As rodadas de negócios também vão ocorrer nos dias 9, 10 e 11 de novembro, sempre pela manhã. Trata-se de reuniões pré-agendadas com duração de até 25 minutos, nas quais as empresas, empreendedores e profissionais selecionados pelo edital terão a oportunidade de se encontrar e estabelecer conexões comerciais com importantes players do mercado nacional e internacional.


Showcases

Outra atração que o público também terá acesso são os showcases - ou apresentações artísticas curtas, com fins comerciais. As bandas e músicos selecionados pelo edital se apresentam com a finalidade de demonstrar, a possíveis compradores, o potencial comercial e artístico de seus trabalhos, podendo gerar negócios concretos.

Serão realizados seis showcases de Música, seis de Moda (desfile), seis de Hip Hop, dois de teatro, dois de dança e dois de circo. Para cada setor, foi selecionado um representante de cada região do País e mais um de Belém.


Palestras, painéis e oficinas

As atividades formativas tratam dos mais diversos temas relacionados à economia criativa, como cultura alimentar, games, festivais, produção audiovisual, cota de tela, direito autoral, produção e gestão cultural, indicadores, música, dança, produção de pessoas com deficiência, entre outros.

Serão 89 painéis e oficinas, que acontecerão no Hangar, nos dias 9, 10 e 11 de novembro, sempre a partir de 10h, com entrada gratuita, por ordem de chegada e sem necessidade de inscrição prévia.


Com informações da Agência Pará


Leia Mais:

  • Descubra um novo jeito de fazer network e desenvolver novas habilidades com a Comunidade Belém Negócios

  • Faça parte do BlackStage, mentoria empresarial inédita no Norte do Brasil

  • Acompanhe todas as notícias do Belém Negócios, entre para o Grupo no WhatsApp

  • Belém Negócios lança iniciativa Oficina de Negócios, um ambiente exclusivo para quem quer começar a sua própria empresa

Comments


Últimas notícias

Publique uma notícia

bottom of page