top of page

3 Estratégias para Atrair Executivos a Eventos Corporativos

Um monitoramento realizado pela Fine Marketing, uma boutique em Comunicação Dirigida, focada em ações de relacionamento


eventos corporativos
Executivos do alto escalão recebem em média 25 convites por mês, o que representa mais de um convite por dia útil Foto: Divulgação

Há 18 anos abraçando o propósito da humanização nas relações corporativas e suas iniciativas de comunicação, a Fine Marketing desenvolveu um sistema único para impactar os diversos escalões das empresas, principalmente, no convite e confirmação da presença em eventos.


Em 2018 iniciaram um estudo que investigava como os executivos de alto escalão se comportavam ao receberem um convite e que parâmetros adotavam para a confirmação da presença, o RSVP (sigla do francês “Répondez S’il Vous Plaît”, que em português significa “Responda Por Favor”).



“Os resultados nos mostraram caminhos diferentes do que imaginávamos. As conclusões guiam o trabalho da Fine até hoje, juntos ao planejamento e operação nas campanhas de nossos clientes”, conta Fernando Adas, que, além de fundador, é Diretor de Planejamento e Atendimento da empresa.


Mais de um convite por dia


A primeira informação que o estudo da Fine investigou ao conversar com executivos de empresas de diversos portes e áreas de atuação, é que cada um desses executivos recebe em média 25 convites por mês, o que representa mais de um convite por dia útil.


Quando questionados sobre os motivos para irem a um evento, 50% afirmaram interesse em networking, 32% estão apenas em busca de uma quebra de rotina e apenas 12% pensam no conteúdo e atualização do seu conhecimento.


Adas destaca: “o terceiro lugar ocupado pela busca de conteúdo e conhecimento nos preocupou por dois motivos. Historicamente, eventos surgiram para trazer novidades à plateia e, por consequência, a grande maioria das empresas ainda foca seus apelos em nomes, temas e palestras conteudistas”.


Como pensam os organizadores de eventos


Ainda de acordo com as entrevistas realizadas pela Fine Marketing, dessa vez com as empresas organizadoras, o monitoramento identificou que 68% dos eventos usam a figura dos palestrantes como maior atrativo.


“Notamos, assim, um problema de alinhamento claro entre as empresas e o que consideram atrativo em seus eventos, e do outro lado os convidados e o que mais os atrai”, diz o Diretor da Fine Marketing e idealizador do estudo. Temos um ruído entre a oferta e a demanda.


Como potencializar as adesões ao seu evento


Tendo como base os resultados, a Fine Marketing encontrou uma estratégia em três partes que potencializam as confirmações e presença em um encontro corporativo. “Os eventos pós pandemia precisarão se sintonizar com este novo contexto”, destaca.


Para Adas, o conteúdo perde o protagonismo nesse novo cenário devido à evolução da tecnologia na comunicação. “Em um processo de resgate da mobilidade e da socialização, buscamos eventos mais lúdicos e interativos que realmente façam a diferença em um encontro ao vivo”.


O Diretor da Fine Marketing lista as estratégias para um RSVP de sucesso em qualquer evento.


1. Cabeça

Aqui, o foco é conteudista e objetiva levar informação à plateia.


Vimos que, tradicionalmente, foi a modalidade adotado pela maioria das empresas e foi, aos poucos, perdendo eficácia.


2. Coração

Busca-se agregar emoção ao evento, mediante animadores, um local atraente ou até um coffee break diferenciado.


É uma modalidade em alta e que exibe desdobramentos de possibilidades.


3. Bolso

As motivações de adesão são concretas e objetivas e creio que todos já participaram de eventos com sorteio de notebooks ou viagens de fim de semana, apelos que não se integram diretamente ao tema do evento, mas colaboram a adesões.


“Nosso estudo, mostrou a força do “coração” junto aos convidados para que estes confirmem a presença. Os eventos “on line” ainda exibem relevância, mas já perdem espaço para o retorno dos presencias. 65% dos entrevistados declararam preferência a sair de suas casas e resgatar o aperto de mão em um pavilhão de exposições”, conclui.


Sobre a Fine Marketing


Uma boa experiência em toda a jornada de relacionamento do consumidor com uma marca ou empresa tem se tornado um dos mais importantes fatores de decisão de compra. Foi com o propósito de ajudar as empresas a manterem a humanização em um mundo que, cada vez mais, empresas investem em tecnologia, automatização e inteligência artificial que, em 2004, Fernando Adas fundou a Fine Marketing após uma longa carreira em grandes grupos do varejo.



“Eu sempre acreditei que a tecnologia evolui para nos ajudar a sermos mais humanos. Por isso, quando eu iniciei um trabalho voltado para o marketing mais orgânico, não se tratava de uma resistência ou de remar contra a maré, pelo contrário, era uma estratégia de negócio que, como eu imaginava, tem funcionado muito bem. Estamos aqui para complementar e suprir necessidades das empresas. Afinal, quanto mais tecnologia, de forma diretamente proporcional, mais precisamos nos preocupar em manter o calor das relações”, explica Adas que, além de fundador, é Diretor de Planejamento e Atendimento da empresa.


Sobre o fundador


Fernando Adas é neto de libanês, sagitariano e publicitário. Três bons motivos para que a comunicação seja, não apenas uma habilidade profissional, mas uma possibilidade de relacionamento e evolução interpessoal.


Em sua carreira no marketing, passou por grandes empresas do varejo, como Mappin, Marisa, Pernambucanas, Valmet Automotive e Claro. Em 2005, decidiu que era o momento certo para empreender e poder oferecer o seu modo de trabalhar a comunicação dirigida e o relacionamento entre empresas e seus clientes, fundando então a Fine Marketing.


Como empreendedor na Fine Marketing, já atuou com empresas como Shopping Pátio Higienópolis, Shopping Center Norte, Rede Iguatemi, L´occitane Perfumaria, Plan Internacional, Care Brasil, Hospital Sírio Libanês, Magazine Luiza, entre outras.


É autor do livro “O Safado, a Biscate e Eu: causos, cases e casos de um publicitário indiscreto”, no qual compartilha com os leitores parte dessa experiência em crônicas divertidas cuja moral da história traz sempre lições importantes, principalmente sobre a humanização da relação das empresas com seus clientes.

 

Conheça a Comunidade Belém Negócios. Faça networking e desenvolva novas habilidades.


Siga o perfil do Belém Negócios no Instagram.

bottom of page